Créditos: Reprodução/Instagram

Ratinho criticou a Globo por ter gays demais nas novelas

Nesta quarta-feira, 3, o apresentador Ratinho, do SBT, criou uma polêmica ao criticar a Globo por mostrar "viado" demais em suas novelas.

"É viado às 6 da tarde, é viado nas 8 da noite, é viado às 10 da noite. É muito viado. Eu não sei o que tá acontecendo….  Será que tem tanto viado assim?", questionou ele em um vídeo publicado no Instagram.

Após a repercussão negativa de sua fala homofóbica, o apresentador voltou a usar as redes sociais nesta quinta-feira, 4, para postar um outro vídeo, desta vez pedindo desculpas e afirmando que não tinha intenção de ofender os homossexuais.

"Em nenhum momento quis ofender nenhum gay, até porque eu trabalho com todos eles, todos eles gostam muito de mim, eu gosto muito deles. Não tem nada a ver, eu fiz uma brincadeira, uma brincadeira", minimizou o apresentador.

"Lamentavelmente algumas pessoas não entenderam assim. Mas eu quero mandar um abraço e dizer que eu respeito todo mundo", continuou, usando o velho discurso de que as pessoas é que entenderam errado.

Ele ainda escreveu na legenda do vídeo que era mesmo brincalhão. "Quem me conhece sabe da minha personalidade, sou brincalhão e respeito todo mundo sempre!", disse.

Confira o vídeo:

Quem me conhece sabe da minha personalidade, sou brincalhão e respeito todo mundo sempre! ????

Uma publicação compartilhada por Ratinho Oficial (@oratinho) em

Homofobia e preconceito não são piadas, e o Brasil, infelizmente, segue como o campeão do triste ranking de países que mais matam pessoas LGBT. 

Brasil é o país que mais mata LGBTs no mundo: 1 a cada 25 horas

Número de LGBTs mortos no Brasil em 2017 é o maior já registrado