Créditos: Reprodução/Divulgação

Allison Mack

Mais um escândalo no universo de Hollywood. Allison Mack, famosa por seu papel na série “Smallville”, foi identificada como uma das comandantes de um culto que recruta escravas sexuais.

Frank Parlato, antigo porta-voz de uma organização chamada “NXIVM” – fundada para realizar aulas mostrando alternativas de vida próprias –, foi o responsável pela divulgação de imagens das vítimas com marcas pelo corpo das iniciais de Mack e Keith Raniere – líder do grupo.

Leia também:

De acordo com o jornal britânico “The Sun” e o americano “The New York Times”, além das queimaduras, as moças são proibidas de se alimentar e sofrem punições físicas caso não recrutem outras escravas para o grupo.

A atriz a segunda líder mais poderosa do grupo. Ainda de acordo com as publicações internacionais, o culto leva a sigla de “DOS”, e trata-se de uma sociedade secreta de mulheres dentro do grupo de autoajuda proposto pela “NXIVM”.

Parlato revelou ainda que as mulheres só podiam consumir entre 500 e 800 calorias, seguindo a preferência de Raniere por mulheres magras.

Créditos: Frank Parlato/Frank Report

Escravas sexuais de Allison Mack têm iniciais da atriz marcadas na pele

Saiba mais:

Para manter estupro de escravas sexuais, Estado Islâmico obriga vítimas a usar contraceptivos