Letícia cortou o cabelo bem curtinho e foi chamada de “sapatão”.  Cecília pratica "pole dance" e ficou "mal vista". Aline é bissexual e cansou de ouvir que está "indecisa" ou "confusa". Sarah é travesti e foi ofendida em um banheiro feminino.

A designer gráfica brasileira Carol Rossetti retrata estes e outros preconceitos cotidianos e aparentemente inocentes em uma série de ilustrações que publica em sua página do Facebook. O objetivo da autora é combater de forma bem clara, por vezes com tom infantil, a tendência da sociedade de controlar o corpo, o comportamento e a identidade das mulheres.

As imagens, que abordam temas como racismo, sexismo, padrões estéticos e outras formas de opressão, se espalharam pelo mundo todo e ganharam versões em diversas línguas. Confira algumas delas na galeria abaixo.

1/15

 

2/15

 

3/15

 

4/15

 

5/15

 

6/15

 

7/15

 

8/15

 

9/15

 

10/15

 

11/15

 

12/15

 

13/15

 

14/15

 

15/15

 

  •  

    1/15

  •  

    2/15

  •  

    3/15

  •  

    4/15

  •  

    5/15

  •  

    6/15

  •  

    7/15

  •  

    8/15

  •  

    9/15

  •  

    10/15

  •  

    11/15

  •  

    12/15

  •  

    13/15

  •  

    14/15

  •  

    15/15