Créditos: GNT/reprodução

Rodrigo Hilbert levou bronca do Detran

Vira e mexe o Detran dá broncas em celebridades que fazem vídeos ou postam fotos dentro de carros. Isis Valverde, Neymar e Débora Nascimento foram alguns dos famosos que levaram um puxão de orelha do órgão regulador do trânsito.

Nesta segunda-feira, 4, o Detran voltou a chamar a atenção de uma celebridade. Mas por essa ninguém esperava. Quem estava dirigindo de forma irregular era ninguém mais, ninguém menos do que o maior homão da porra que você respeita, Rodrigo Hilbert.

Hilbert registrou o nascer do sol de dentro do carro que dirigia e publicou o vídeo em seu Instagram Stories. Não deu outra, o Detran-SP (Departamento de Trânsito de São Paulo) chamou a atenção do apresentador por dirigir com o celular na mão.

"Um homão desse, bicho, usando o celular enquanto dirige? ???? :(", recriminou o órgão em sua página no Facebook.  "Será que Rodrigo Hilbert criou um dispositivo que: permite filmar sem desviar o olhar do trânsito, sem tirar as mãos do volante, sem risco de acidentes? Oremos", brincou a página, mas deixando claro que a postagem é uma repreensão à atitude de Hilbert.

Confira a repreensão do Detran-SP:

A postagem repercutiu entre os seguidores da página, que entraram na "brincadeira".  "Não pode ser, o Detran achou um defeito no Rodrigo Hilbert", comentou uma internauta. "Descobriram uma falha no homão da porra do Rodrigo Hilbert", disse outra.

Após o puxão de orelho, Hilbert pediu desculpas e assumiu o erro. "Foi mal o post mais cedo. O dia está lindo e não resisti. Parabéns Detran-SP pelo ótimo, necessário e bem-humorado trabalho", publicou ele no Instagram Stories.

Dirigir usando celular é uma infração gravíssima, de acordo com  CTB (Código de Trânsito Brasileiro), com uma multa no valor de R$ 239,47 e sete pontos na CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Hilbert não poderá ser multado, no entanto, porque não foi pego no flagra manuseando o celular ao volante.

  • Leia mais:

Neymar leva bronca do Detran, mas mostra que aprendeu a lição