Créditos: Reprodução / TV Globo

A cadeirante reclamou ao prefeito sobre seus direitos

Durante a entrega da revitalização do Viaduto Santa Ifigênia, no centro de São Paulo, o prefeito João Doria foi cobrado por mais respeito às pessoas com deficiência na capital paulista. Ao ser cumprimentada pelo político, uma cadeirante reclamou da falta de acessibilidade na cidade.

"Linda a escada, maravilhosa, só não tem acessibilidade para o cadeirante. E muito bom o senhor sentar em uma cadeira de rodas em um lugar que é plano e fingir que tem acessibilidade, mas aqui não tem. Para chegar aqui foi muito complicado, eu quase fui atropelada", afirmou a mulher (assista ao vídeo no final da matéria).

Em seguida, o prefeito disse que não pode fazer obras no viaduto porque ele é tombado pelo Patrimônio Histórico. Em relação à acessibilidade no centro, Doria informou que em janeiro de 2018 terá início um projeto de reforma das calçadas.

Créditos: Reprodução / YouTube

Em janeiro, Doria usou uma cadeira de rodas para circular pela cidade

No dia 22 de janeiro, João Doria causou polêmica ao andar em uma cadeira de rodas depois de um serviço de zeladoria em calçadas na Vila Maria, zona norte de São Paulo.

Assista ao vídeo:

Cadeirante desmascarando João Doria

Doria para cadeirante: "Tudo bem?"Cadeirante: "Não". E continua: “Muito bom o senhor sentar numa cadeira de rodas em lugar plano e fingir que tem acessibilidade”.Toma, João Doria! Tonto!

Posted by Haddad Tranquilão on Tuesday, November 21, 2017

  • Leia mais:

Na saúde, gestão Doria quer extinguir 127 AMAs e fechar 50 UBSs