[Atenção: esta matéria contém spoilers da sétima temporada de "Game of Thrones"]

Mortes inesperadas, romances fora do comum e a vitória do Rei da Noite: a sétima temporada de "Game of Thrones" não deixou de incluir fortes emoções. O problema, para uma parte do público, foi a forma como tantos acontecimentos intensos foram inseridos e trabalhados na série.

Créditos: "Game of Thrones" / reprodução

Lena Headey como a rainha Cersei em "Game of Thrones"

Um dos pontos do roteiro que mais causaram controvérsia em comentários na internet foi a missão praticamente suicida que Tyrion Lannister sugeriu para convencer Cersei a ignorar a guerra dos tronos e dar atenção à grande ameaça ao norte de Westeros: buscar um caminhante branco além da Muralha. Jon Snow, acompanhado de Thoros de Myr, Gendry, Jorah Mormont, Sandor Clegane, Tormund e Beric Dondarrion aceitaram o desafio – mas acabaram indo para Porto Real sem Thoros e também sem Viserion (o dragão agora faz parte do exército do Rei da Noite).

Créditos: Reprodução / HBO

Jon Snow (Kit Harington) no episódio "The Dragon and the Wolf", que finaliza a sétima temporada de "Game of Thrones"

Esse plano não convenceu muitos fãs, que acharam a história ficou forçada e atrapalhada. Depois de considerar essas críticas, o canal do YouTube Media Muse procurou reescrever o roteiro de uma forma que fosse mais convincente. E se a ideia de buscar um caminhante branco partisse de Cersei, e não de Tyrion?

O vídeo reescreve "Game of Thrones" da seguinte maneira:

  • O quinto episódio da temporada começa com Bronn resgatando Jaime Lannister do lago, e os dois são imediatamente capturados pelas tropas de Daenerys Targaryen.
  • Dany diz a todos os Lannisters e seus apoiadores que se eles não se ajoelharem a ela, morrem queimados por Drogon. Bronn obedece, mas Jaime não. Tyrion intervém, e consegue fazer sua rainha poupar a vida do seu irmão (também pagando sua dívida com ele, já que Jaime o ajudou a escapar de Porto Real).
  • Assim que Daenerys executa os Tarly, Jaime vê que tem de levá-la a sério. Então, Tyrion pede a Bronn para ir a Porto Real e propor a Cersei uma reunião, na qual eles podem negociar a libertação de Jaime.

Créditos: "Game of Thrones" / reprodução

Nikolaj Coster-Waldau como Jaime Lannister em "Game of Thrones"

  • Cersei fica brava com a captura de seu irmão / amante, e concorda em conversar. Por isso, Davos Seaworth e Varys vão até a rainha que tem o Trono de Ferro para convencê-la de que os mortos-vivos são uma ameaça real e muito séria, e também dizem que caso ela não concorde com uma trégua na guerra, Jaime morre. Ela aceita o armistício; no entanto, diz que precisa de provas do que está além da Muralha.
  • Varys percebe que a rainha está enrolando para poder fortalecer o seu exército. Ela não liga, pois sabe que Daenerys não tem a intenção de queimar Porto Real e acabar com muitas vidas de inocentes – até porque se a Mãe dos Dragões quisesse fazer isso, já o teria feito. Poranto, a única opção de Varys é aceitar a proposta maluca.

Créditos: Reprodução / HBO

Daenerys Targaryen (interpretada por Emilia Clarke) mostrou sua vulnerabilidade no episódio "Além da Muralha"

  • A maioria dos integrantes do conselho de Daenerys acham que a ideia é ridícula, mas concordam em fazê-la mesmo assim para conseguir um acordo com Cersei. Daenerys aprova a missão porque ela mesma ainda é cética em relação aos caminhantes brancos; porém, prefere ir com os guerreiros até a Muralha voando em seus dragões, o que agiliza a viagem.
  • O resto do episódio reescrito não diverge da versão oficial: Jon e os outros seis guerreiros vão além da Muralha, pegam um caminhante branco, ficam encurralados e Daenerys têm de ir ao resgate deles (o que resulta na morte de Viserion). A diferença é que Gendry não precisa de um corvo super veloz para pedir a ajuda de Dany; a rainha já está lá. E, também por isso, ela chega rapidamente aonde estão seus guerreiros.

Veja o vídeo na íntegra (em inglês):

Em termo de construção de personagens, essa versão parece mais plausível, não é?

A próxima temporada de "Game of Thrones" deve chegar apenas em 2019. Até lá, você pode conferir outras teorias e fatos curiosos que os fãs têm apontado nas redes sociais:

7 séries para quem já está com saudades de 'Game of Thrones'