Créditos: Reprodução/Tamieka Dover

Emily Dover sofre com uma rara condição que a fez entrar na menopausa precocemente

Emily Dover tem cinco anos de idade e, por conta de uma síndrome, já sofre com um problema bem distante do que deveria estar sentindo em sua idade: menopausa.

Veja também:

É que a pequena australiana convive com a doença de Addison, uma rara condição que acelera a puberdade. No caso dela, começou já na primeira infância.

Aos 4 meses, ela tinha o tamanho de uma criança de um ano. Com 2 anos de vida, passou a ter espinhas e o seio se desenvolveu, e, aos 4, entrou de vez na puberdade.

Ou seja, a pequena já tem acne, seios desenvolvidos e menstrua. Em entrevista ao jornal The Independent, a mãe lamenta que ela "não teve chance de ser uma criança".

E, além dos problemas causados pela doença, Emily também sofre com um grau baixo de autismo e transtornos de ansiedade.

Por conta disso, sua família australiana criou uma campanha de financiamento coletivo para arrecadar fundos que possam ajudar nos tratamentos da garota.

Leia mais:

Falta de sono e ondas de calor: saiba quais são os sintomas mais comuns da menopausa