Reprodução / Paula Fernandes

Créditos: Reprodução/Instagram

"Fiz tratamento com tarja preta, fui ao psicólogo, tive crise de pânico, tudo que você possa imaginar", revelou

A cantora Paula Fernandes que revelou no programa "Tamanho Família", da Rede Globo, neste domingo, 7,  que, quando tinha cerca de 18 anos, enfrentou uma forte depressão que até a fez deixar de cantar. "Cheguei a parar [de cantar] com 17, 18 anos. Fiquei bastante deprimida, entrei em depressão", disse ao apresentador Marcio Garcia.

Na época, Paula e a família enfrentaram problemas financeiros. "Voltamos todos (para Minas Gerais, onde nasceu) sem onde cair morto, e cada um foi morar em uma casa", contou. Ela afirmou que teve que se submeter a um tratamento pesado, que envolvia remédios muito fortes: "Fiz tratamento com tarja preta, fui ao psicólogo, tive crise de pânico, tudo que você possa imaginar. Sentia muita culpa de tudo ter dado errado. Foi um processo doloroso", desabafou.

 Apesar da fase difícil, a cantora disse que a doença teve seu lado bom. "Foi bastante difícil, mas para mim foi um grande aprendizado porque encarei a minha depressão como oportunidade. Aí que passei a conhecer a Paula Fernandes que sou hoje", garantiu.
  • Leia mais:

Saiba quais são as principais causas da depressão