Últimas notícias:

Loading...

Dicionário Collins elege NFT como a palavra de 2021

Palavra teve um aumento meteórico no uso

Por: Redação

Em um ano em que tantos artistas se destacaram com a venda de obras em NFT, o Dicionário Collins elegeu a sigla como a Palavra do Ano de 2021. NFT é uma abreviação de ‘token não fungível’ e é definida pela publicação como “um certificado digital exclusivo, registrado em um blockchain, que é usado para registrar a propriedade de um ativo, como uma obra de arte ou um colecionável”.

Obra em NFT do artista Beeple
Crédito: DivulgaçãoA obra em NFT mais valiosa até o momento pertence ao artista Beeble

Os lexicógrafos da Collins monitoraram 4,5 bilhões de palavras para escolher a Palavra do Ano e, de acordo com informações da editora, a escolha pelo NFT se deu porque a palavra representa uma “colisão tecnicolor única de arte, tecnologia e comércio” que “quebrou o ruído Covid” para tornar-se onipresente. Além disso, NFT teve um aumento “meteórico” no uso no ano passado: 11.000%.

Até agora, o NFT mais valioso é uma colagem do artista digital Beeple, que foi vendida por R$ 315 milhões, em março deste ano na Christie’s.

“É incomum para uma abreviatura experimentar um aumento meteórico no uso, mas os dados que temos do Collins Corpus refletem a notável ascensão do NFT em 2021”, disse Alex Beecroft, o diretor administrativo do Collins Learning, em conversa com o jornal The Guardian. Em 2020, a palavra do ano foi ‘lockdown’.

NFT superou duas outras palavras baseadas em tecnologia na lista das 10 palavras do ano eleitas pelo Collins: crypto, a forma abreviada de criptomoeda, cujo uso aumenta 468% ano a ano e metaverso, um termo cunhado por Neal Stephenson em seu romance de 1992 ‘Snow Crash’. O uso da palavra metaverso aumentou 12 vezes desde 2020.

Veja a lista das outras palavras eleitas as mais importantes pelo Collins em 2021:

Cheugy (adjetivo)

Aquilo que não é mais considerado descolado ou moderno;

Ansiedade climática (substantivo)

Um estado de angústia causado pela preocupação com as mudanças climáticas;

Crypto (substantivo)

Abreviação de criptomoeda: um meio digital descentralizado de troca que é criado, regulamentado e trocado usando criptografia e (geralmente) software de código aberto e normalmente usado para compras online;

Double-vaxxed (adjetivo)

Pessoas que receberam duas doses de vacina contra uma doença. Também: double-jabbed;

Trabalho híbrido (substantivo)

A prática de alternar entre diferentes ambientes de trabalho, como em casa e no escritório

Metaverso (substantivo)

Uma versão proposta da internet que incorpora ambientes virtuais tridimensionais;

Neopronome (substantivo)

Um pronome cunhado recentemente, especialmente projetados para evitar distinções de gênero;

Pingdêmico (substantivo)

A notificação em grande escala de membros do público por um aplicativo de rastreamento de contatos;

Regencycore (substantivo)

um estilo de vestido inspirado nas roupas usadas na alta sociedade durante o período Regencial (1811–20). Também chamado de ‘Regency chic’.

Na sua opinião, faltou alguma?

Compartilhe:

Tags: #Arte