Como manter sua independência no relacionamento e fazê-lo durar

Se liga nas dicas de como separar a sua essência da do casal, e respeitá-la da forma como deveria

Por: Superela | Comunicar erro
duas pessoas de mãos dadas
Crédito: PexelsÉ importante entender que antes de “serem um só”, vocês são pessoas individuais

Vejam se vocês concordam comigo: todo namoro/casamento é composto por três partes: eu, você e nós. Porém, MUITOS casais, ainda mais aqueles que tão no comecinho e TUDO é novidade, costumam misturar essa parte e se esquecer de que a independência no relacionamento é extremamente importante para que ele continue firme e forte.

A vontade de ficar junto é gigantesca, tudo o que você consegue é pensar n@ crush, se um sai sozinho, isso pode gerar um desconforto etc. Aí, eu te pergunto, né: como manter a individualidade sem parecer que vocês não tão “nem aí” um pro outro?

Bem, o primeiro passo é entender que, apesar de “serem um só”, vocês são, antes, pessoas individuais. Ou seja: corpos diferentes, personalidades diferentes, amigos e famílias diferentes e, mais importante de tudo, com história já formada ANTES do relacionamento acontecer. Então, é CLARO que encontrar um equilíbrio nisso tudo pode ser difícil. A mágica, então, de um namoro/casamento em sintonia, acontece quando ambos entendem isso.

Mas… por onde começar? Ahá! É pra isso que estamos aqui! Vou te dar algumas dicas de como separar a sua essência da do casal, e respeitá-la da forma como deveria. E, claro, te ensinar a fazer isso com a d@ parceiro também. Bora lá?

A sua independência no relacionamento pede por:

1. Noite das migas

Para cada data que você agendar com @ crush, marque outra com suas amigas. Isso mesmo, desde o começo. Antes do amor, veio a amizade com suas BFFs e isso deve permanecer assim. Além disso, ter liberdade para conversar sobre a vida com as pessoas com as quais você mais confia é MUITO importante pra manter a sanidade. Juro.

Se @ crush achar essa prática ruim (o que é, a princípio, natural), tenha uma conversa franca com el@. Explique que não é porque você quer sair SÓ com suas amigas que seu amor por el@ é menor. Aos poucos, pode ter certeza de que o equilíbrio será instaurado. Se el@ continuar tretando, aí talvez seja o momento de rever a relação. Afinal, um parceiro que não preza pela liberdade individual um do outro não entende NADA de relacionamento saudável, mas sim abusivo. Inclusive, para saber se você está em um, é só clicar aqui.

2. Um tempo sozinha

Continue lendo aqui: Como manter sua independência no relacionamento e fazê-lo durar

Texto escrito por Luisa Rodrigues e publicado no Superela.

1 / 8
1
06:43
Após ser acusado de comunista, Dimenstein cobra provas de Hasselmann
A deputada federal Joice Hasselmann perdeu a calma nas redes sociais ao atacar o jornalista Gilberto Dimenstein, acusando-o de militante …
2
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
3
04:21
Sinais que indicam problemas no estômago
Ter tosse seca pode ser um sinal que o seu estômago não vai muito bem. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …
4
03:43
O estrago de Frota é maior que o Bolsonaro poderia acreditar
Após ser expulso do PSL, o deputado federal Alexandre Frota confirmou sua filiação ao PSDB, partido de João Doria, governador …
5
03:03
Câmara aprova projeto de lei sobre abuso de autoridade
A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que define quais situações configuram abuso de autoridade. Agora, o texto …
6
04:07
Um pedido de desculpas à Angela Merkel pelas ofensas de Bolsonaro
Depois de dizer a um repórter que ele deveria fazer cocô dia sim, dia não para preservar o meio ambiente, …
7
03:26
Mortes provocadas pelo fim dos radares deveriam ter nome de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro determinou nesta quinta-feira, 15, a suspensão dos radares de fiscalização de velocidade móveis em rodovias federais …
8
04:56
‘Risk’, na Netflix, vaza a imagem não autorizada de Julian Assange
Será que, em um ato de coragem, você arriscaria sua própria liberdade para trazer à tona realidades que manipulam a …