Últimas notícias:

Loading...

Iate de luxo, porém digital, é vendido por R$3,6 milhões

O 'Metaflower Super Mega Yacht' só existe no The Sandbox, um game no megaverso

Por: Redação

Um mega iate de luxo acabou de ser vendido por cerca US $ 650 mil (cerca de R$3,6 milhões). Sua compra até seria um bom investimento, pois o barco possui cabine de DJ, dois helipontos, uma banheira de hidromassagem, entre outras comodidades – mas eis um detalhe importante: a belezinha é um NFT (para token não-fungível) e só existe no metaverso.

Metaflower Super Mega Yacht
Crédito: DivulgaçãoMetaflower Super Mega Yacht, barco digital vendido por R$3,6 milhões

O barco, batizado de Metaflower Super Mega Yacht, só existe no The Sandbox, um mundo virtual no qual é possível construir novos itens, interagir e monetizar suas experiências no game.

O barco foi lançado pela Republic Realm, uma desenvolvedora de metaverso, para a linha The Fantasy Collection de NFTs de luxo projetados para o The Sandbox. Outros produtos de luxo incluem ilhas particulares, jet skis e lanchas e são comercializados através de criptomoedas. No caso do mega iate, o valor da venda foi de 149 ether (de US$ 650 mil ou , uma das maiores criptomoedas do mundo.

NFT é um arquivo digital único cuja compra e venda é cada vez mais comum e possui sua assinatura única baseada em blockchain, uma espécie de livro de registros virtual.

A venda de itens de luxo no metaverso vem ganhando bastante destaque ultimamente. No início de novembro, um terreno digital em Decentraland, um mundo virtual, foi vendido por US$ 2,43 milhões (cerca de R$ 13,6 milhões) – um preço tão alto que superou o custo da maioria das casas reais na cidade de Nova York e São Francisco.

O metaverso começou a gerar maior interesse público depois que empresas como Facebook, Microsoft e Disney anunciaram planos ambiciosos para desenvolvimento ou entrada neste universo.

“Talvez isso soe como ficção científica. Nos próximos cinco ou dez anos muitos de nós estaremos criando e habitando mundos tão detalhados e convincentes como esse aqui”, afirmou Mark Zuckerberg em um evento no final de outubro no qual anunciou que o Facebook mudaria de nome para Meta e que sua prioridade agora seria o desenvolvimento de um metaverso.

Compartilhe:

?>