Bicicletário sustentável converte pedaladas em energia limpa

Projeto foi idealizado por um empreendedor parisiense para aproveitar o esforço diário de ciclistas da cidade de Amsterdã

Por: Redação |

Criatividade faz muita diferença na hora de pensar em formas ecológicas de gerar energia. Pense, por exemplo, na cidade de Amsterdã, na Holanda. Seus monumentos históricos nem sempre permitem a instalação de painéis solares.

Mas veja quantas bicicletas circulando pelas ruas. Para aproveitar todo o esforço de seus usuários, foi criado um bicicletário sustentável que transforma pedaladas em eletricidade.

Para que essa conversão seja possível, a bicicleta tem de ser adaptada. Uma roda dianteira especial armazena em baterias a energia gerada durante as pedaladas e as freadas.

Quando a bike é estacionada no bicicletário sustentável, chamado de S-Park, a energia é transferida para ele. O equipamento, então, a distribui para a rede elétrica do bairro ou da região.

O projeto de bicicletário sustentável foi pensado para a cidade de Amsterdã, na Holanda
Crédito: Reprodução/Clean Energy ChallengeO projeto de bicicletário sustentável foi pensado para a cidade de Amsterdã, na Holanda

O projeto foi desenvolvido por Guillaume Roukhomovsky, empreendedor parisiense especializado em iniciativas criativas que vive em Amsterdã.

Clique aqui e conheça o projeto As Melhores Soluções Sustentáveis.

Uma forma de transformar as pedaladas dos cidadãos em energia limpa
Crédito: Reprodução/Clean Energy ChallengeUma forma de transformar as pedaladas dos cidadãos em energia limpa

Roukhomovsky idealizou o bicicletário para um desafio de energia limpa, o Clean Energy Challenge, promovido pela fundação da marca sueca de móveis Ikea, que realiza programas sociais.

A lógica do empreendedor: diariamente, os ciclistas de Amsterdã percorrem um total de 2 milhões de quilômetros. Isso significaria a geração de uma média de 19,5 milhões de watts/hora, suficientes para abastecer milhares de casas.

Leia também: Pavimento flexível multiplica uso de vias sem quebradeira

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, presidente da GranBio e especialista em soluções sustentáveis.

Compartilhe: