Brasileira leva prêmio por ações contra atropelamentos de animais

Fernanda Abra, bióloga que luta pela preservação de espécies como anta, lobo-guará e onça-pintada, conquista reconhecimento internacional na Holanda

Por: Redação Comunicar erro

Quando se fala em segurança nas estradas, a preocupação costuma ser com os humanos em trânsito. Mas há quem zele também pelo bem-estar de outros mamíferos nas rodovias. É o caso da bióloga brasileira Fernanda Abra, que ganhou um prêmio internacional por sua atuação contra os atropelamentos de animais.

A premiação foi concedida pela organização holandesa Future for Nature (FFN). Ela apoia jovens que trabalham a favor da conservação de espécies animais e vegetais.

Conservação biológica e segurança humana

Fernanda, 32 anos, luta para diminuir os atropelamentos de animais, ela ajuda espécies como o tamanduá-bandeira, o lobo-guará e a onça-pintada.

Entre outras atividades, a bióloga está prestes a concluir um doutorado na Universidade de São Paulo. No curso, ela pesquisa as consequências do atropelamento de fauna nas rodovias do estado de São Paulo para a conservação biológica, a segurança humana e a economia.

A bióloga Fernanda Abra ganhou um prêmio internacional por seu trabalho contra atropelamentos de animais
Crédito: DivulgaçãoA bióloga Fernanda Abra ganhou um prêmio internacional por seu trabalho contra atropelamentos de animais

Também é cofundadora da consultoria ambiental ViaFAUNA, especializada no manejo da fauna silvestre em rodovias, ferrovias e aeroportos.

Além disso, atua na coordenação de grupos de trabalho ligados ao impacto de transportes nos planos de ação nacionais do ICMbio (Instituto Chico Mendes) para canídeos, felinos e ungulados (mamíferos dotados de cascos) ameaçados de extinção.

Fernanda Abra observa um Conepatus, parente do cangambá, em seu trabalho contra atropelamentos de animais
Crédito: DivulgaçãoFernanda Abra observa um Conepatus, parente do cangambá, em seu trabalho contra atropelamentos de animais

E ainda reserva tempo para atuar como voluntária nos projetos Bandeiras e Rodovias, encampado pelo Instituto de Conservação de Animais Silvestres e pelo Ipê – Instituto de Pesquisas Ecológicas, que trabalha para a conservação da biodiversidade brasileira; e Incab-Ipê, voltado para a mitigação dos impactos dos atropelamentos de antas nos biomas Pantanal e Cerrado, no Mato Grosso do Sul.

Clique aqui e conheça o projeto As Melhores Soluções Sustentáveis

Contra o atropelamento: passagem sob rodovia para a travessia de animais
Crédito: DivulgaçãoContra o atropelamento: passagem sob rodovia para a travessia de animais

Verba para projeto

O prêmio da Future for Nature concederá a Fernanda uma verba de € 50 mil (R$ 217 mil), a ser empregada em um projeto ligado ao seu trabalho.

Também dará a ela a oportunidade de entrar em contato com uma rede internacional de conservacionistas.

A cerimônia de entrega do prêmio que Fernanda Abra ganhou por suas ações contra atropelamentos de animais acontece em maio, em Arnhem, na Holanda.

Leia também: Brasil é o 4º colocado no ranking de lixo plástico gerado no mundo

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, presidente da GranBio e especialista em soluções sustentáveis.

Compartilhe: