Tijolo de plástico reciclado ajuda a sanar problema educacional

Material foi utilizado na construção de sala de aula modelo em Abidjan, maior cidade da Costa do Marfim

Por: Redação Comunicar erro

Como fazer com que um problema ajude a solucionar outro? Pois é justamente isso o que acontece em Abidjan, maior cidade da Costa do Marfim. De um lado, 288 toneladas de lixo plástico produzidas diariamente em sua área metropolitana. De outro, um grande número de crianças sem ter onde estudar. Juntando uma coisa à outra, surgiu a ideia de construir salas de aula com tijolos de plástico reciclado.

A iniciativa se deu por meio de uma parceria entre o Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e a empresa social colombiana Conceptos Plásticos, especializada em transformar resíduos plásticos em materiais de construção.

Assim, foi erguida uma sala de aula modelo feita de tijolos de plástico reciclado em uma escola de Gonzagueville, nas cercanias de Abidjan.

Clique aqui e conheça o projeto As Melhores Soluções Sustentáveis

Na Costa do Marfim, sala de aula feita de tijolos de plástico reciclado
Crédito: Unicef/UN0250905/DejonghNa Costa do Marfim, sala de aula feita de tijolos de plástico reciclado

O objetivo da parceria é construir mais 30 dessas salas na Costa do Marfim em 2019. Afinal, um dos grandes desafios do país é diminuir o número de crianças fora do sistema escolar.

A escolaridade lá é obrigatória para quem tem entre 6 e 16 anos. Em contraste, mais de 2 milhões de crianças não estudam simplesmente por falta de salas de aula. Além disso, as que existem geralmente estão superlotadas, com mais de 100 alunos por classe.

Leia também: Projeto calcula pegada hídrica do jeans

Curadoria: engenheiro Bernardo Gradin, presidente da GranBio e especialista em soluções sustentáveis.

Compartilhe: