Contra o ódio nas redes sociais, campanha une hater e vítimas

Ação publicitária da Sprite coloca hater argentino frente a frente com 100 de suas vítimas, e o desfecho desse encontro é bastante inusitado

Por: Redação |

Uma coisa é espalhar o ódio nas redes sociais. Outra é o hater encarar, olho no olho, aqueles que ataca. Será que a sua coragem é a mesma da de quando tecla a distância? E suas vítimas, como reagiriam em um encontro presencial? Pois uma campanha do refrigerante Sprite propôs esse desafio.

Catraca Livre criou o projeto Causando, apoiado pelo Carrefour, para mostrar como as marcas desenvolvem e assumem causas.

Assim, o hater em questão, um argentino que, no Twitter, é conhecido como @AguanteElCofler, viu-se frente a frente com 100 dos agredidos por suas postagens ofensivas.

Ao todo, o rapaz atacou 565 pessoas em mais de mil tuítes, de acordo com o filme publicitário da campanha.

E pegou pesado nesses ataques. Partidário de direita, não poupou grosserias contra quem manifestou opiniões divergentes das suas nas redes sociais.

Espalhar ódio nas redes sociais é uma coisa; encarar de frente as vítimas é outra
Crédito: Reprodução/Youtube/@santobuenosairesEspalhar ódio nas redes sociais é uma coisa; encarar as vítimas é outra

Aliás, basta ler nas camisetas dos vitimados pelo hater o nível com que ele destilou todo o seu ódio. Cada um aparece no vídeo com a fala do ataque sofrido impressa na altura do peito.

Até que todos começam a caminhar em direção ao argentino. E o abraçam, ao som da canção dos Beatles “All You Need Is Love” (tudo o que você precisa é amor, em português).

Produzida pela Sprite, em parceria com a agência Santo, a campanha “I Love You Hater” (eu te amo, hater) tem justamente a finalidade de combater o ódio nas redes sociais.

Consta, no entanto, que mesmo depois da surpresa proporcionada por suas vítimas no encontro pessoal, o hater argentino continuou a postar mensagens odiosas no Twitter.

Leia também: Para combater violência sexual, camisinha só abre a 4 mãos

Compartilhe: