Últimas notícias:

Loading...

Blog de viagem dá dicas pra viajar pra Tailândia com crianças

O Blog Juju na Trip fez uma viagem em família pelo Sudeste Asiático e Tailândia com crianças, e divide nesse post aqui algumas dicas e cuidados essenciais para quem pretende fazer o roteiro, desde alimentação, a cuidados médicos, passeios. Confira!

Tailândia com crianças
Tailândia com crianças:  passeio para ver plânctons em Maya Bay, Tailândia,  custa cerca de 1200 BHT

1 – Vacinas

A Tailândia não existe visto, apenas um passaporte com seis meses de validade. O tempo de permanência é de 90 dias. Mas é necessária a vacina para Febre Amarela, que precisa ser tomada com até 10 dias de antecedência à data do embarque

2 – Viajando com crianças

Para que viaja em família, fique tranquilo. A Tailândia tem estrutura para receber crianças, e muitos atrativos. O único senão são as distâncias para ir de um lugar para outro, que são longas e cansativas. Como cuidados, consulte seu pediatra sobre remédios para enjoo, beba sempre água engarrafada e não coma em barracas na rua. Prefira restaurantes, de preferência bem avaliados por viajantes.

juju-bangkok4
Tailândia com crianças: Juju acende incensos para Buda no templo de Bangkok.

Também não deixe de contratar seguro viagem, e veja bem o que está incluso, inclusive sobre transporte em casos de emergência. Muitos lugares na Tailândia, como Phi Phi e Ko Tao,  tem atendimento médico precário. E viajando com crianças esses cuidados precisam ser redobrados.

Nós viajamos com a Juju e foi um super roteiro. Mergulhamos de noite com plânctons, fizemos mergulho de cilindro em Ko Tao, mergulhamos nas Kuang Si Falls. Para ver mais o que fazer em cada lugar com crianças, leia aqui nosso post completo com o roteiro pela Tailândia e Sudeste Asiático e também:

Bangkok: A cidade bairro a bairro, o que fazer e onde ficar

Ko Ph Phi : roteiro completo e dicas de onde ficar

Siem Reap e Angkor: guia de hotéis e passeios

Luang Prabang: passeios para fazer com crianças, templos, onde comer

Ko Tao: onde fizemos o mergulho de batismo da Juju.

juju-ko-tao6
Crédito: RICARDO SOMBRATailândia com crianças: mergulho de cilindro em Ko Tao.

3 – Cias aéreas e  bagagem 

As companhias aéreas da Tailândia cobram caro por quilo de bagagem, e principalmente pelo excesso. Para não ter prejuízo, viaje com no máximo 10 kg.

Para planejar sua viagem dentro da Tailândia, vale consultar preços das passagens nas companhias aéreas para evitar longos e desgastantes deslocamentos de ônibus e trem. A maior delas, e mais cara, é a Thai Airways. NokAir e AirAsia são excelentes low-cost para quem busca preços mais baixos. A Bangkok Airways é conhecida como empresa boutique pelo serviço diferenciado. Uma dica é que se inscrevendo no programa fidelidade da Bangkok Airlines, seu limite de bagagem sobre para 30kg.

4 – Comida

É deliciosa, saudável, mas muito apimentada. Para quem viaja com crianças que tenham um paladar mais restrito (como é o caso da Juju), e dica e procurar pizzaria e restaurantes italianos e pedir comida “no spicy and no pepper”.

5 – Moeda

A moeda é o bath. O dólar americano não é muito aceito mesmo nas cidades mais turísticas, portanto você precisará do dinheiro local. Você pode trocar com facilidade em casas de câmbio ou sacar nos caixas eletrônicos.

6 – Quanto custa:

Fizemos aqui uma listinha básica dos programas e lugares mas visitados. Fique de olho na política dos hoteis para crianças, porque muitos oferecem gratuidade para até 11 anos.

Private Tour para Hong Island, em Railay: 3.500 BHT (US$100)

Private Tour 4 Islands, em Railay: 2.000 BHT

Private Tour Maya Bay, Phi Phi: 2.000 BHT

Planctons Tour, Maya Bay, Phi Phi: 1.200 BHT

Private Tour Bamboo Island e Mosquito Island: 2.000 BHT

Private Tour volta à ilha, em Phi Phi: 2.000 BHT

Hospedagem: um hotel bem simples custa em média US$10. Hoteis com uma categoria melhor custam cerca de US$30-40.

Para comer: uma boa refeição custa em média US$10

7 – Dirigir na Tailândia

Embora você possa conseguir alugar um carro ou moto sem a solicitação da carteira de motorista, saiba que a CNH brasileira ou a carteira internacional de habilitação não são aceitas, apenas o documento tailandês. E os veículos tem o volante do lado direito.

Em parceria com jujunatrip

O Juju na Trip é um blog de viagens que mostra as aventuras de uma família pelo mundo curtindo o melhor da vida. Por Gabriela Temer, Rico Sombra e Juju (a filhota!).

Compartilhe:

Este conteúdo - assim como as respectivas imagens, vídeos e áudios - é de responsabilidade do usuário Juju na Trip

A Catraca Livre disponibiliza espaço no site para que qualquer interessado possa contribuir com cidades mais acolhedoras, educadas e criativas, sempre respeitando a diversidade de opiniões.

As informações acima são de responsabilidade do autor e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

?>