Conheça 5 rodas de samba da zona leste de São Paulo

Por: Redação

Com o intuito de dar visibilidade ao samba às margens da mídia e dos evidentes eixos comerciais, o Samba em Rede divulga a programação de cinco comunidades e projetos de samba localizados na zona leste da cidade.

Confira:

Merylin Esposi
A roda da Comunidade Maria Cursi acontece aos sábados em São Mateus

Somando 14 anos de resistência cultural, a Comunidade Maria Cursi é formada por Elton Tigrão, Edgard Santos, Júlio, Reinan Rocha, Emerson Madureira, Lindomar Aparecido, Junior Costa, Roberto Alemão, Aina, Eliane, Vanete e Karile.

O repertório da roda apresenta músicas de nomes consagrados do samba, além de obras dos compositores da região.

Quando? Todos os sábados, a partir das 20h
Onde? Avenida Maria Cursi, 799, São Mateus
Quanto? Grátis

divulgação
O Samba da Vila Industrial acontece todo último domingo do mês

Todo último domingo do mês, a Comunidade da Vila Industrial faz uma roda de samba de raiz no famoso Bar da Rô, localizado na Vila Mendes, zona leste de São Paulo.

A roda é formada por Mauricio, Ednilson, Renatinho Sete Cordas, Maycon, Fernando, André, Fabinho, Devair, Pablo, Flávio, Rodrigão e Julio. Durante os intervalos tem black music e samba-rock para o público não deixar de dançar.

Quando? Todo último domingo do mês, a partir das 16h
Onde? 
Rua Paschoal Leite Paes, 218, Vila Mendes
Quanto? Grátis

divulgação
A Comunidade do Largo do Rosário da Penha de França promove encontro todo último sábado do mês

Idealizada pela Comissão de Festejos da Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos da Penha de França, o evento reúne integrantes da velha guarda e da nova geração do samba com o intuito de ressaltar a importância da representação da cultura negra e oriunda dos povos africanos para a formação da identidade brasileira.

A festa ainda traz roda de danças populares como jongo, coco, samba de roda e ciranda, além de feirinhas gastronômica e artesanal.

Quando? Todo último sábado do mês, das 10h às 18h 
Onde? 
Largo do Rosário, s/n, Penha
Quanto? Grátis

divulgação
Samba da Alegria acontece todo segundo sábado do mês

Com o objetivo de manter o samba vivo como cultura popular brasileira, o Projeto Cultural e Social Samba da Alegria realiza sua roda todo segundo sábado do mês, a partir das 16h, no Brás, zona leste de São Paulo.

A proposta do projeto é arrecadar alimentos durante a roda e reverter todas as doações para associações de caridade do bairro, contribuindo com o andamento do seu trabalho social com a comunidade.

Quando?
Todo segundo sábado do mês, a partir das 16h 
Onde? 
Rua Alegria, 314, Brás 
Quanto? 
1kg de alimento não-perecível

Merylin Esposi
O Terreiro de Compositores realiza roda quinzenalmente às quintas-feiras

Fundado em meados de 2011, o Terreiro de Compositores surgiu como um movimento cultural em que sambistas e compositores expunham seus sentimentos em forma de letra e melodia, cantando sambas autorais.

Com o objetivo de resgatar a cultura popular do samba na cidade de São Paulo e região, a comunidade tem seis cadernos preenchidos com mais de 120 músicas de diversos compositores.

Quando? Quinzenalmente, às quintas-feiras, a partir das 20h30
Onde? 
Avenida Professor Luiz Ignácio Anhaia Mello, 1720, Vila Prudente
Quanto? Grátis

Compartilhe: