Veja a programação de novembro do bar Carioca da Gema

Por: Redação
SEGUNDA TERçA QUINTA SEXTA SáBADO DOMINGO
A partir das 20h

No mês de novembro, o bar Carioca da Gema faz jus ao lema de “trazer na alma o mapa da alegria, da descontração, da musicalidade e da poesia” com uma programação diversa. As apresentações acontecem de segunda a domingo, com entradas que variam de R$15 a R$30. A casa abre a partir das 20h.

Veja a agenda de atrações do Carioca da Gema em  novembro

Confira a programação:

  • Domingos

17/11

20h – Calvano e os Tatuís

24/11

20h – J.P. Silva

Natural do Rio de Janeiro, J.P. Silva ingressou profissionalmente na música através do choro, na Escola Portátil de Música da UniRio. Em 2007, venceu o concurso “Novos Grupos de Samba da Lapa”e hoje é considerado uma das vozes mais expressivas da nova geração de sambistas.

  • Segundas-feiras

11 e 25/11
20h – Bruno Ribas

18/11

20h – Rixxa

O samba-enredo em “over dose” é uma definição que tenta passar o show de três horas de samba que une o impacto da voz de Rixxa com a batucada cadenciada das escolas de samba. A noite de segunda já conquistou a aclamação do grande público. Uma roda de samba que sacode a Lapa com geniais percussionistas, num misto da banda do Zeca Pagodinho, retratando os ensaios das quadras das escolas de samba.

  • Terças-feiras

12, 19 e 26/11

20h – Trio Sambadona

Cantoras que há muito tempo se apresentam na Lapa se juntam para cantar sambas autorais e clássicos de Paulinho da Viola, Chico Buarque, Luiz Carlos da Vila, Candeia, entre outros.

  • Quintas-feiras

14/11
20h – Dose Certa

O Dose Certa é formado por Serginho Picciani, Vitor Da Candelária, Vinicius Almeida, Gabriel Teixeira e Alemão do Cavaco, compositor da Mangueira, diretor musical da escola carioca e comentarista da transmissão do desfile das escolas de São Paulo pela TV Globo.

21/11
20h – Julio Estrela

Carioca. Intérprete, compositor e músico autodidata, Julio Estrela é diretor da roda de samba do Bloco Spanta Neném e membro do Clube do Samba, movimento criado por João Nogueira em 1979, que se apresenta numa roda comandada por Diogo Nogueira e outros bambas da nova geração

28/11
20h – Nilze Carvalho

Nilze é uma das meninas-prodígio da música brasileira: estourou como instrumentista nos anos 1980 e depois como cantora . Foi vocalista do grupo Sururu na Roda e durante anos realizou shows de samba no Japão.

  • Sextas-feiras

15/11
20h – Claudinho Guimarães

O cantor, compositor e instrumentista Claudinho Guimaraes lançou seu primeiro CD, “A Luz do Criador” em 2009, e contou com participações de Beth Carvalho e Almir Guineto. É compositor dos sucessos “Lá vai Marola” e “Gira Girou”, gravados por Zeca Pagodinho.

22/11

19h – Nego Álvaro

Nascido e criado em Bangu, Álvaro hoje é morador de Honório Gurgel, mas foi em Irajá onde começou a atuar profissionalmente na música, aos 15 anos de idade, no Pagode da Tia Ciça, roda frequentada por grandes figuras do samba.

Álvaro também foi abençoado pelas sombras da Tamarineira mais famosa do Brasil: tocou durante cinco anos no templo mágico chamado Cacique de Ramos. Atualmente, Nego se apresenta em rodas no Beco do Rato, Samba Luzia, Terreiro de Crioulo, Mafuá no Quintal e o Samba do Trabalhador.

29/11

20h – Tempero Carioca
Uma autêntica roda de samba retratada no palco do Carioca da Gema por veteranos do mundo do samba. Um encontro especial com músicos representativos de grandes rodas que marcaram a história do samba carioca: Cacique de Ramos, Casa de Bamba, Velha Guarda da Portela e da Mangueira.

  • Sábados

16, 23 e 30/11

21h – Luíza Dionízio

Luíza começou sua carreira na década de 1980 nas rodas Pagode da Tia Doca, em Oswaldo Cruz, e Pagode do Arlindo, em Cascadura. Conhecida nas tradicionais casas de samba cariocas, a artista conquistou o grande público após o lançamento de seu primeiro disco “Devoção” (2010), produzido por Paulão Sete Cordas.

+ Samba Rio:

Compartilhe:

Tags: #Samba Rio