17 dicas para conviver com a depressão, de quem já esteve lá

Por: Redação | Comunicar erro

Como conviver com a depressão? Entre o estágio do ‘estou doente’ e o ‘agora eu recebi alta do psiquiatra’, existe todo um processo em que você precisa passar os seus dias lidando com essa nuvem preta que paira sobre a sua cabeça.

Lembrando dos dias que eu mesma passei por esse aprendizado, durante o meu tratamento para a doença, eu separei algumas dicas que me ajudaram nesse processo, e perguntei também para as mulheres maravilhosas da nossa comunidade no Facebook, a #superelas, por ideias para ajudar nessa fase.

É sempre importante lembrar que a dica principal é buscar ajuda. Conversar com um profissional, fazer terapia e um acompanhamento psiquiátrico é indispensável para a reversão dessa doença. Não só o médico vai saber a melhor forma de cuidar de você e da sua mente, como também será o seu principal ponto de apoio durante esse processo todo.

Essas dicas servem como algo a mais, um extra que você pode fazer para melhorar o seu dia a dia, e ajudar o tratamento a caminhar mais rápido. Lembrando sempre que o objetivo é ajudar você a se sentir melhor e mais forte cada dia que passa, e aumentar a sua motivação para combater essa doença e reencontrar o seu ponto de equilíbrio na vida.

Como conviver com a depressão

1. Tomar sol

Acredite se quiser, mas sol também é remédio. Ele ajuda na produção dos hormônios que causam a sensação de bem-estar, além de melhorar o humor e ajudar com o sono. Tomar alguns minutos de sol por dia é uma ótima dica para quem quer aprender a conviver com a depressão.

sol

2. Fazer um exercício físico

Mas escolha um que você goste! Pode ser caminhar pelo seu bairro algumas vezes na semana, ir para a academia, fazer uma aula de dança, praticar yoga… Cuidar do corpo é uma forma de cuidar da mente também. Os exercícios também ajudam na produção dos hormônios do bem-estar e são essenciais para desestressar e tratar a ansiedade.

3.Encontrar um hobby

Você gosta de desenhar? Ou de tricotar? Ou ainda de tocar um instrumento? Busque alguma coisa que você gosta de fazer e que ocupe o seu tempo. Procurar por atividades manuais, que usem as mãos de alguma forma, é também muito terapêutico.

4. Ajudar outra pessoa

Quando estamos aprendendo a conviver com a depressão, ficamos muito tempo focadas na nossa própria cabeça e no que estamos pensando e sentindo. Olhar para fora, e se fazer útil ajudando alguém é uma maneira de sair desse ciclo e entender a importância do cuidado nesse processo de cura. Você pode fazer um voluntariado ou se oferecer para ajudar um amigo com alguma coisa que ele precise (como mudar de apartamento ou estudar para aquela prova difícil).

5. Comer bem

Continue lendo aqui: 17 dicas para conviver com a depressão, de quem já esteve lá

Texto escrito por Marcela De Mingo e publicado no Superela.

Compartilhe:

1 / 8
1
03:08
Será que você tem sinestesia?
Ouvir um som e sentir um gosto na boca; ver o número 8 como roxo. Nada disso é loucura: tratam-se …
2
02:23
Banho do Bebê – Sikana
Esse vídeo integra o capítulo “Higiene do Bebê” e contou com o apoio técnico de profissionais de saúde da Perinatal, …
3
02:13
Os benefícios da camisinha feminina
Muitos talvez não saibam, mas a camisinha feminina conta com uma série de benefícios. Além de prevenir a gravidez, protege …
4
05:54
Maternidade e sexo – Ana Paula Xongani
A criadora de conteúdos e empresária Ana Paula Xongani contou o que mudou na sua vida sexual após a maternidade.
5
04:55
Prazer das minas – Thaís Mayume Higa
A escritora e editora Thaís Mayume Higa conversou com a gente sobre os tabus envolvendo a sexualidade das minas.
6
07:03
Saúde LGBT – Thaís Machado e Iran Giusti
Conversamos com a médica da família e comunidade, Thaís Machado, e o fundador da Casa 1, Iran Giusti, para falar …
7
04:27
Sexo 60+ – Rita Cadillac
Conversamos com a Rita Cadillac para abordar o sexo após 60 anos de idade.
8
06:40
Dominatrix – BDSM
Estivemos em uma casa de BDSM para desvendar o que está por trás destas quatro letras e entender este universo …