Últimas notícias:
Loading...

7 sinais de alerta de câncer de próstata para se atentar

Os sintomas da doença só aparecem em estágios avançados, por isso a importância dos exames de rotina

O câncer nem sempre faz um grande alarde no início, o que não é necessariamente a melhor notícia para o prognóstico. Com o câncer de próstata não é diferente. Muitas vezes, ele se desenvolve lentamente, tornando os sinais ausentes por muitos anos.

No entanto, uma vez que o tumor cresce o suficiente, ele pode pressionar a uretra – o tubo que transporta a urina da bexiga para fora do pênis – e causar vários sintomas. Alguns deles podem ser notados ao ir ao banheiro.

Veja alguns sinais de câncer de próstata
Créditos: ferlistockphoto/istock
Veja alguns sinais de câncer de próstata

Sinais de alerta de câncer

Entre os principais sinais de câncer de próstata estão:

  • micção frequente (muitas vezes durante a noite)
  • urgência para ir ao banheiro
  • dificuldade em começar a fazer xixi
  • esforçar-se ou demorar muito para fazer xixi
  • um fluxo de urina fraco
  • sensação de que a bexiga não esvaziou totalmente
  • sangue na urina ou sangue no sêmen.

Importância dos exames preventivos

Como os sintomas não aparecem nos estágios iniciais é de fundamental importância a realização do check-up preventivo. Se aguardar os sintomas aparecerem, pode ser tarde demais.

Recomenda-se a dosagem anual de PSA total e livre, e associado ao exame físico que inclui o toque de próstata. Este exame de toque retal que ainda encontra alguma resistência cultural ainda é necessário porque alguns tipos raros de câncer de próstata muito agressivos têm a característica de não alterar o exame de PSA, mas podem ser detectados em estágio inicial já com o toque retal.

Quando um dos dois exames (PSA ou toque retal) estão alterados, o urologista deve prosseguir a investigação. Pode já solicitar um ultrassom transretal com biópsia de próstata que faz a confirmação e diagnóstico final do câncer.

Quais fatores estão relacionados a um maior risco da doença?

Os maiores fatores de risco são:

  • Idade: o câncer de próstata é extremamente raro antes dos 40 anos de idade e muito comum após 70 – 80 anos de idade;
  • Histórico familiar: um parente direto como pai ou irmão com câncer de próstata mais que duplica o risco;
  • Alterações genéticas: algumas mutações têm relação direita com o câncer de próstata, como a Síndrome de Lynch que tem risco aumentado de uma série de cânceres incluindo de próstata;
  • Estilo de vida: ingestão de grande quantidade de gordura de origem animal (carnes vermelhas) e sedentarismo/obesidade aumentam o risco da mesma forma.