Anvisa proíbe produto que ‘aumenta’ produção de esperma em 1000%

Por: Redação

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), decretou o recolhimento e proibição da fabricação, distribuição, comercialização e uso do produto Spermopower (Tribulus terrestris), que prometia aumentar a produção de esperma “em até 1000%”, segundo propaganda no site onde era vendido.

A fórmula não é registrada na Agência e é fabricada por empresa desconhecida.

A resolução foi publicada no Diário Oficial da União desta segunda-feira, 21, também proibiu a divulgação do Spermopower pelo site ou qualquer outro meio de comunicação. Porém, até o momento do fechamento desta matéria, tanto o site quanto a página do Facebook do produto ainda estavam no ar.

Até o do fechamento desta matéria, tanto o site quanto a página do Facebook do produto ainda estavam no ar, apesar da proibição de veiculação de propaganda

Segundo o site que comercializa o produto, ele seria natural, aumentaria o volume de sêmen, a contagem de esperma, a potência sexual e orgasmos mais intensos, além de “melhorar o sabor do sêmen” e permitir “ejaculações explosivas”.

A determinação entende como: “medida de interesse sanitário, em todo o território nacional, a proibição da fabricação, distribuição, comercialização e uso do produto SPERMOPOWER (Tribulus terrestris)”, segundo texto da RESOLUÇÃO – RE No – 2.181, DE 15 DE AGOSTO DE 2017.

Com a decisão, os produtos serão apreendidos e as unidades devem ser inutilizadas.

Compartilhe: