Átila Iamarino nega vacina da Rússia: ‘não tem resultado’

Biólogo deu um banho de água fria em todo mundo

Por: Redação
Ouça este conteúdo

O biólogo Átila Iamarino, que ficou bastante conhecido no começo da pandemia do novo coronavírus no Brasil devido a suas análises científicas sobre a disseminação da covid-19 em território nacional, deu um banho de água fria em todos aqueles que estavam comemorando o registro da primeira vacina contra a doença, feito pela Rússia e anunciado pelo presidente Vladimir Putin, na manhã desta terça-feira, 11.

Em uma série de tweets, Átila negou a vacina russa, disse que ela não demonstra segurança e que ela não apresenta resultados efetivos. De acordo com o biólogo, faltam testes para que o imunizante possa ser usado por todos.

atila iamarino vacina
Crédito: Reprodução/InstagramBiólogo Átila Iamarino deu um banho de água fria sobre a vacina da Rússia

Veja abaixo a série de tweets feitos por Átila Iamarino em que ele demonstra por que a vacina russa não é segura:

“Sobre a “1a vacina contra COVID”, a vacina russa Sputnik V: adorei o nome, mas não tem resultado, o tempo não bate e ela não segue boas práticas. Não é registrada, não publicaram artigos ou testes, nem mostraram que é segura. Segue um fio com a melhor info que tenho.”

“Teoricamente ela terminou os testes de fase 1 em junho/julho. Precisaram fazer fases 2 e 3 de segurança e imunização depois. Pelo tempo que nossa resposta imune leva pra aparecer, não dá pra fazerem todos os outros testes até agora. Também não publicaram resultados de testes.”

“Sobre vacinas, acompanho um blog chamado In The Pipeline, que segue os testes das vacinas registradas na OMS. Essa não estava e o autor, que tem acompanhado o desenvolvimento da área toda, chama a vacina russa de “golpe publicitário”.

“Aqui vai outro site que monitora testes clínicos dando o melhor que (não) sabemos sobre esses testes. Ela pode até funcionar, a estratégia que usam, com um adenovírus carregando partes do coronavírus, é próxima de vacinas em teste. Mas ainda não mostraram.”

“Completando o fio, essa ou qualquer outra vacina que for anunciada, ainda vai ter que passar por mais etapas de testes antes de aparecer pra todo mundo. Não se vacina 1 bilhão de pessoas sem saber qual a chance de efeitos adversos e quais efeitos com muita confiança.”

“Assim como a COVID tem sintomas raros, como a Síndrome de Kawasaki, que só aparecem quando milhões de pessoas são infectadas, uma vacina pode ter um efeito adverso raro mas importante que aparece quando 200 milhões são vacinados. Pra isso tem mais etapas de testes.”

“O melhor cenário que vejo, onde realmente tão desenvolvendo a vacina e ela dá bons resultados, ela foi registrada, mas os testes ainda tão andando. Porque os testes demoram. Tão só comemorando as etapas como se fossem lançamento, mas ela ainda demora pra ser lançada.”