Azeite reduz risco de impotência sexual, segundo estudo

Para ter esse benefício, é preciso consumir pelo menos 9 colheres de sopa de azeite por semana

Por: Redação | Comunicar erro
Colher de sopa de azeite
Crédito: iStock | magoneAzeite de oliva ajuda na disfunção erétil

Um estudo da Universidade de Athenas sugere que azeite reduz o risco de impotência sexual em até 40% e pode funcionar melhor que  o Viagra. Segundo os pesquisadores, enquanto a pílula funciona a curto prazo, o óleo de oliva age a longo prazo.  O estudo envolveu mais de 600 homens com idade média de 67 anos.

Para ter esse benefício, no entanto, é preciso consumir pelo menos 9 colheres de sopa de azeite por semana. De acordo com os pesquisadores, isso acontece porque uma dieta rica em azeite mantém os vasos sanguíneos saudáveis, favorecendo a circulação em todas as partes do corpo.

“Os hábitos de vida a longo prazo na dieta e exercícios parecem ter um grande impacto não apenas em nossas artérias, mas em nossa qualidade de vida, incluindo a capacidade sexual de meia-idade para a população idosa”, disse a pesquisadora Christina Chrysohoou.

Além do azeite, a recomendação do estudo é incluir legumes, frutas, peixe e feijão. Essa dieta fortemente adotada nos países mediterrâneos, segundo os pesquisadores,  aumenta as chances de homens terem uma vida sexual livre de remédios por volta de seus 70 anos. “Além disso, a dieta reduz o risco de síndrome metabólica, como diabetes, pressão alta e obesidade central”, afirma Chrysohoou.

casal de idosos abraçados
Crédito: KatarzynaBialasiewicz/istockEstudo foi feito com mais de 600 homens

Para Julie Ward da British Heart Foundation, o benefício do azeite contra a impotência sexual não é uma novidade. “Não é surpresa que a dieta mediterrânea – que sabemos ser benéfica para a saúde cardíaca e circulatória – possa beneficiar os vasos sanguíneos e ajudar os homens a manter uma função sexual saudável”, afirmou ao jornal inglês The Independent.

“Como os vasos sanguíneos do pênis são estreitos, a incapacidade de atingir ou manter uma ereção pode ser um dos primeiros sinais de aterosclerose – o estreitamento das artérias que pode levar a um ataque cardíaco ou derrame cerebral. “É crucial que qualquer condição médica subjacente, como aterosclerose ou diabetes, seja detectada precocemente e tratada para manter saudável seu coração e sua vida sexual”.

Compartilhe:

Tags: #Dieta #Sexo
1 / 8
1
06:43
Após ser acusado de comunista, Dimenstein cobra provas de Hasselmann
A deputada federal Joice Hasselmann perdeu a calma nas redes sociais ao atacar o jornalista Gilberto Dimenstein, acusando-o de militante …
2
04:53
Netflix e KondZilla lançam ‘Sintonia’, da periferia para o mundo
KondZilla tem razão quando afirma: "A favela venceu". “Sintonia”, a nova série da Netflix, prova isso. A ideia original é dele …
3
04:21
Sinais que indicam problemas no estômago
Ter tosse seca pode ser um sinal que o seu estômago não vai muito bem. Hoje, o Dr. Raul Cutait, médico …
4
03:43
O estrago de Frota é maior que o Bolsonaro poderia acreditar
Após ser expulso do PSL, o deputado federal Alexandre Frota confirmou sua filiação ao PSDB, partido de João Doria, governador …
5
03:03
Câmara aprova projeto de lei sobre abuso de autoridade
A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que define quais situações configuram abuso de autoridade. Agora, o texto …
6
04:07
Um pedido de desculpas à Angela Merkel pelas ofensas de Bolsonaro
Depois de dizer a um repórter que ele deveria fazer cocô dia sim, dia não para preservar o meio ambiente, …
7
03:26
Mortes provocadas pelo fim dos radares deveriam ter nome de Bolsonaro
O presidente Jair Bolsonaro determinou nesta quinta-feira, 15, a suspensão dos radares de fiscalização de velocidade móveis em rodovias federais …
8
04:56
‘Risk’, na Netflix, vaza a imagem não autorizada de Julian Assange
Será que, em um ato de coragem, você arriscaria sua própria liberdade para trazer à tona realidades que manipulam a …