Últimas notícias:
Loading...

Câncer de mama: os sinais que vão além do nódulo

Observar os sinais não descarta os exames preventivos, já que nem sempre a doença apresenta sintomas no início

O câncer de mama, assim como muitas outras formas de câncer, é tratável e há boas chances de cura se for detectado no estágio inicial da doença. Por isso, é importante ficar atenta ao sinais e – mais que isso -: fazer os exames preventivos.

Muitas mulheres diagnosticadas com câncer de mama nunca apresentam sinais ou sintomas, e seu câncer é encontrado em um teste de triagem, como uma mamografia.

Entre as mulheres que apresentam sinais, um nódulo na mama ou na área das axilas é o mais comum. No entanto, algumas mulheres apresentam outros sinais e sintomas menos comuns.

Conheça outros sinais de câncer de mama
Créditos: stefanamer/istock
Conheça outros sinais de câncer de mama

Sinais incomuns do câncer de mama

Além do nódulo, a doença pode se manifestar com mudanças na forma ou aparência da mama, alterações no mamilo, ou secreção mamilar anormal. Também existem alguns sinais incomuns que podem indicar a presença dessa condição, tais como:

  • mamilo virado para dentro (retração do mamilo);
  • dor não relacionada à mama, como dor nas costas;
  • Sensação de queimação;
  • perda de peso não intencional.

Retração do mamilo

Mamilo retraído ou mamilo para dentro pode sugerir um crescimento cancerígeno. Nessa condição, o mamilo não aponta para fora, aponta para dentro ou é plano. Pode acontecer em um dos seios ou em ambos os seios.

Embora existam várias razões por trás disso, como infecção bacteriana, por exemplo, no caso de câncer de mama, o mamilo fica invertido de repente. Há também uma mudança na cor e aparência dos mamilos.

Covinhas na pele

Covinhas na pele do mamilo fazendo a região parecer uma casca de laranja pode ser um sinal de câncer. Isso é muito diferente da textura normal da pele do mamilo.

A pele com covinhas é a indicação de câncer de mama inflamatório. Isso acontece porque as células cancerosas podem causar um acúmulo de fluido linfático na mama, o que leva ao inchaço e também a ondulações na pele.

Sensação de queimação

Peito quente e inchado pode ser sinal de alerta. Este é um sinal clássico de câncer de mama inflamatório ou bloqueio dos vasos linfáticos na região.

Nessa condição, a mama também fica sensível e uma dor aguda também pode estar presente na mama.

Alterações no formato ou tamanho do seio

Se houver uma mudança significativa no formato ou tamanho da mama, como uma assimetria repentina, é recomendado buscar avaliação médica.

Essa alteração no formato do seio acontece porque pode-se formar sulcos na região acima do tumor. O câncer também pode causar fibrose local e ocasionar a assimetria da mama.

Isso ocorre porque o tumor afeta o tecido mamário, levando o seio crescer por causa do inchaço ou então diminuir por causa da retração do tecido.

Secreção nos mamilos

A secreção pode ser um líquido com sangue ou então um líquido semelhante ao leite que saem dos mamilos, mesmo quando a pessoa não está amamentando.

Assim como os outros sintomas, a secreção mamilar pode acontecer por outros motivos, mas se persistir por mais tempo, é importante consultar um médico.

Como reduzir o risco do câncer de mama?

Pode-se evitar o risco de câncer de mama fazendo mudanças nos hábitos de vida. De acordo com o Ministério da Saúde, estima-se que por meio da alimentação, nutrição e atividade física é possível reduzir em até 28% o risco de a mulher desenvolver câncer de mama.

Outras formas de reduzir o risco incluem:

  • amamentação prolongada;
  • controle de peso;
  • redução do consumo de álcool;
  • evitar a exposição ao tabaco;
  • evitar o uso prolongado de hormônios;
  • evitar a exposição excessiva à radiação.