Últimas notícias:

Loading...

Colômbia libera eutanásia de mulher sem doença terminal; entenda

Decisão inédita autorizou o procedimento que está marcado para este domingo

Por: Redação

Uma mulher que sofre de Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) deve se tornar a primeira paciente a passar por eutanásia na Colômbia sem um diagnóstico de doença terminal. O procedimento será realizado neste domingo, 9.

Martha Sepulveda, de 51 anos, tem perdido o controle dos movimentos musculares nos últimos três anos, além de sentir dores. Apesar de diminuir drasticamente a expectativa de vida, a doença não é classificada como terminal.

A paciente pediu a eutanásia em 27 de julho, apenas quatro dias após o Tribunal Constitucional ter dado luz verde para o acesso ao direito à eutanásia a pessoas que sofrem “intenso sofrimento físico ou mental, decorrente de lesões corporais ou doenças graves e incuráveis”.

colombiano eutanasiada
Crédito: Reprodução/Twitter/Federico Redondo SepúlvedaMulher de 51 anos será a primeira colombiana a passar por eutanásia sem ter doença terminal

Martha diz que está calma e consciente sobre a eutanásia. “Eu sou católica, me considero uma grande crente em Deus, mas, repito, Deus não quer me ver sofrer e eu acredito que ele não quer que ninguém sofra ”, disse a um canal de TV colombiano.

Segundo ela, todos a apoiaram sua decisão, exceto sua mãe. “Minha mãe tem 83 anos, é muito lúcida, acho que é por causa da questão religiosa que ela pensa assim”.

Martha disse  que tem aproveitado os últimos dias de sua vida, passando tempo com seus amigos e familiares.

ELA – esclerose lateral amiotrófica

A Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA), que desafiou o físico Stephen Hawking por décadas, é uma doença neurodegenerativa que provoca limitações motoras de maneira progressiva e irreversível.

sistema nervoso
Crédito: Koto_feja/istockA Esclerose Lateral Amiotrófica (ELA) é uma doença degenerativa que afeta o sistema nervoso do paciente

A causa específica da doença ainda é desconhecida e, segundo pesquisas, ela tem mais chances de aparecer a partir dos 65 anos.

O caso do físico Stephen Hawking, no entanto, foi diferente. Ele foi diagnosticado com ELA aos 21 anos. E embora apenas 10% dos pacientes vivam mais de dez anos, o cientista sobreviveu por décadas com a doença.

No Brasil, o Sistema Único de Saúde (SUS) oferece assistência e medicamentos gratuitos, de forma integral, aos pacientes com essa doença, com base no que está cientificamente comprovado. Porém, ainda não existem evidências de tratamento que levem à cura da doença.

Sintomas

Entre outros sinais e sintomas da Esclerose Lateral Amiotrófica, estão:

perda gradual de força e coordenação muscular;
incapacidade de realizar tarefas rotineiras, como subir escadas, andar e levantar;
dificuldades para respirar e engolir;
engasgar com facilidade;
babar;
gagueira (disfemia);
cabeça caída;
cãibras musculares;
contrações musculares;
problemas de dicção, como um padrão de fala lento ou anormal (arrastando as palavras);
alterações da voz, rouquidão;
perda de peso.

Compartilhe:

Tags: #Doença