Corpo, comida e culpa

Quem vive da própria imagem não sofre menos; pelo contrário, muitos estão desabando sobre a pressão que sentem

Por: Marcela Kotait | Comunicar erro
mulher na balança com um doce e uma maçã
Crédito: :sam thomas/istockNove em cada dez mulheres têm algum grau de insatisfação com sua aparência

Você já percebeu como existem milhares de promessas para emagrecer? Alimentos mágicos e produtos de outros planetas capazes de te deixar com pinta de modelo? A falsa sensação de que basta força de vontade para moldar o corpo como se ele fosse de massinha é uma preocupação que me acompanha há muito tempo.

A maioria das pessoas vive insatisfeita com o próprio corpo e idealiza um tipo de alimentação inatingível, o que traz consequências seríssimas à saúde. Pensando nesses conflitos, escreverei periodicamente neste espaço sobre alimentação, nutrição e forma física em um contexto real e verdadeiramente saudável.

Há mais de uma década estudo essa ‘mania’ de saúde e obsessão com o corpo perfeito. Dedico meus dias a pesquisar e a tratar transtornos alimentares e obesidade, algo que já é muito explorado no exterior e que vem ganhando força no Brasil.

Meu foco é construir abordagens acolhedoras que proporcionem qualidade de vida e bem-estar para todos. Compartilharei neste espaço minha experiência como nutricionista e coordenadora do ambulatório de Anorexia Nervosa do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP.

Mas como ser acolhedora num mundo com um padrão de beleza tão implacável? Basta ligar a TV, folhear uma revista ou rolar a tela do celular para perceber a influência que as mídias causam em nossas vidas. Mulheres e homens são diariamente forçados a permanecer na busca eterna pelo corpo perfeito.

E não pense que quem vive da própria imagem sofra menos; pelo contrário, cada vez mais gente que trabalha com isso está desabando sobre a pressão que sente. Nove em cada dez mulheres têm algum grau de insatisfação com sua aparência. E isso inclui as modelos das revistas que você vê.

Com os próximos textos, espero ajudar você a repensar e a questionar padrões de saúde; respeitar seus sinais internos e gostos pessoais; e valorizar prazeres. Usarei esse espaço não apenas para discutir nutrição, mas para refletir sobre as implicações que o nosso mundo produz quando falamos em comida e corpo.

Texto escrito pela nutricionista Marcela Kotait

Compartilhe:

1 / 8
1
04:00
Netflix: filmes e séries sobre sexo de uma forma bem divertida
O assunto de hoje é sexo, sendo tratado de forma leve para aprender e se divertir, através de filmes e …
2
03:45
Netflix: Os melhores filmes para você entender a depressão
Indicamos aqui dois filmes que falam sobre como lidar com as emoções e com a depressão: "Divertida Mente", animação de …
3
03:16
Whindersson Nunes dá lição ao falar sobre cirurgia no ânus
Whindersson Nunes voltou a ser assunto nas redes sociais. Desta vez, o motivo foi a cirurgia de emergência que realizou …
4
02:41
Ótimos filmes gratuitos ensinam a lidar com obesidade infantil
Obesidade infantil é uma doença séria. Hoje temos duas dicas de filmes sobre o tema : "Muito Além do Peso” e …
5
02:31
Saiba o que é e como se proteger da tuberculose
Uma reportagem publicada pelo jornal O Estado de S. Paulo mostra um salto nos casos de tuberculose no Brasil.  Só …
6
04:30
As descobertas médicas que surpreendem o mundo
“As Melhores Surpresas do Mundo” é o programa que discute as coisas mais inovadoras e surpreendentes que o mundo oferece. ——————————————————– DIREÇÃO: …
7
04:46
Os perigos do movimento antivacina
O político italiano e ativista antivacina, Massimiliano Fedriga, foi internado para se tratar de uma catapora. Seria engraçado, senão fosse …
8
02:44
O cachorro médico que ajuda crianças com câncer
"As Melhores Surpresas do Mundo" é  o programa que discute as coisas mais inovadoras e surpreendentes que o mundo oferece. -------------------------------------------------------- DIREÇÃO: …