EM ALTA

Deficiência de serotonina: sintomas que indicam o problema

Se você não tiver esse hormônio da felicidade, poderá desenvolver muitos outros problemas além do mau humor

Certamente, você já experimentou a liberação de serotonina em momentos prazerosos, como em situações de alegria, amor, afetividade e contato sexual. Não é à toa que ela recebe o apelido de “hormônio da felicidade“.

Mais do que nos proporcionar sensação de bem-estar, esse neurotransmissor desempenha um papel fundamental em várias funções do corpo, como na regulação do humor, sono, apetite.

Quando os níveis desse hormônio estão baixos, diversos sintomas podem surgir, indicando uma possível deficiência. 

O que a serotonina faz pelo corpo?

A natureza dupla da serotonina como neurotransmissor e hormônio significa que ela é encontrada em todo o seu corpo. 

Ela ajuda a controlar os músculos e como você se move, e influencia o apetite e como seus intestinos funcionam. 

Também ajuda o sangue a coagular e feridas a cicatrizar.

Em casos de depressão, é comum os níveis de serotonina estarem baixos
Créditos: JuraJarema/DepositPhotos
Em casos de depressão, é comum os níveis de serotonina estarem baixos

Ela também é muito importante no cérebro. É um dos produtos químicos naturais do corpo que controla o humor. Ela trabalha com a melatonina para ajudar a controlar quando você dorme e acorda, assim como é sua percepção da dor.

Serotonina: possíveis sintomas físicos e psicológicos de deficiência

  • fadiga
  • irritabilidade
  • ansiedade
  • aumento de percepção da dor
  • distúrbios do sono
  • problemas digestivos
  • alterações no apetite com desejos alimentares

No entanto, é importante lembrar que esses sintomas podem ser causados por uma variedade de fatores, e o diagnóstico de uma deficiência de serotonina deve ser feito por um profissional de saúde.

A avaliação dos níveis desse hormônio geralmente envolve exames e avaliações clínicas.

Essa substância química natural age no organismo e nos dão sensações de alegria e bem estar
Créditos: JEGAS_RA/DepositPhotos
Essa substância química natural age no organismo e nos dão sensações de alegria e bem estar

Como posso ajustar meus níveis de serotonina?

A maioria dos medicamentos usados ​​para tratar a depressão atua aumentando a quantidade de serotonina no cérebro. Eles também podem atuar em outras vias de mensageiros químicos.

Alguns exemplos incluem inibidores seletivos da recaptação da serotonina (ISRS) , inibidores da recaptação da serotonina-noradrenalina (IRSN), antidepressivos tricíclicos e inibidores da monoamina oxidase.

No entanto, há maneiras naturais de aumentar esse hormônio no corpo, sem utilizar medicamentos.

 Uma maneira natural de aumentar a serotonina é fazendo exercícios. Quando você pedala ou levanta pesos, seu corpo libera mais triptofano, o aminoácido que seu cérebro usa para produzir serotonina.

Outra foram de aumentar os níveis de serotonina é se expor ao sol ou à luz brilhante destinada a replicá-lo.

De acordo com a Harvard Health, a terapia de luz é um dos principais tratamentos para transtorno afetivo sazonal (TAS), a tristeza de inverno que pode ser desencadeada por uma queda nos níveis de serotonina.