Entenda por que café deve ser evitado logo após a refeição

Hábito comum entre os brasileiros pode comprometer a absorção de nutrientes importantes para a saúde

Por: Redação

Difícil quem resista a um cafezinho após o almoço. Parece o arremate perfeito de qualquer refeição, porém, não o mais saudável. A explicação é simples: o café possui compostos químicos, como os taninos e a cafeína, que interferem na biodisponibilidade de certos nutrientes que ingerimos por meio da alimentação.

“A cafeína, no caso, reduz a absorção do ferro de origem vegetal e do cálcio, além de comprometer o esvaziamento gástrico, aumentando o tempo de digestão“, explica a nutricionista Fernanda Lopes.

café na xícara
Crédito: Cokada/istcokCafé deve ser evitado imediatamente após a refeição

Alguns estudos indicam que o consumo de uma xícara de 250 ml de café após uma refeição é capaz de reduzir em 40% a absorção do ferro.

Então, quer dizer que temos que abolir o cafezinho depois do almoço para sempre? Não necessariamente. Fernanda explica que se a pessoa tem uma boa alimentação ao longo do dia, com muitas cores e nutricionalmente completa, não vai ser uma xícara de café que vai comprometer a saúde.

Mas no caso de quem segue uma dieta vegana ou vegetariana estrita (sem qualquer tipo de carne, ovo ou laticínios), essa informação precisa ser levada mais a sério, pois o consumo de ferro vegetal e de cálcio pode sofrer interferências consideráveis. Nesse caso, de acordo com a nutricionista, o ideal seria comer apenas duas horas depois de consumir café e não bebê-lo imediatamente após a refeição.

café espresso
Crédito: JohnnyGreig/istockCafé corta a absorção de alguns nutrientes

O cuidado vale não apenas para o café, como também para o chá verde, chá preto e refrigerantes à base de cola, por esses também conterem uma grande quantidade de cafeína.

No vídeo abaixo, a nutricionista Patrícia Davidson explica mais sobre o efeito do café em nosso corpo:

Compartilhe: