Últimas notícias:

Loading...

Garota ‘mais bonita do mundo’ passa por cirurgias de emergência

Modelo chama atenção para problema de saúde sério e que muitas mulheres enfrentam sem diagnóstico

Por: Redação

Thylane Blondeau, a modelo francesa que foi considerada no início dos anos 2.000 a criança mais bonita do mundo, aos seis anos de idade, contou em suas redes sociais sobre o problema de saúde que enfrenta hoje, aos 20 anos.

No último domingo, a modelo deu detalhes em seu Instagram sobre a batalha contra cistos no ovário, condição que já a fez passar por duas cirurgias de emergência.

garota mais bonita
Crédito: Reprodução/Instagram/thylaneblondeau/Modelo enfrentou demora no diagnóstico

“Um ano atrás fiz uma operação de emergência para retirar um cisto ovariano que explodiu no meu abdômen. Três meses depois, minha barriga começou a doer de novo e no começo todos (e eu também) pensamos que era por causa da operação”, contou Thylane

Depois disso, ela procurou três ginecologistas diferentes que a orientaram a não se preocupar, que era tudo coisa da cabeça dela.

“Quatro dias atrás eu fui para o pronto-socorro porque minha barriga estava doendo tanto que eu não aguentava mais e eles disseram que estava tudo bem, e eu tinha apenas um pequeno cisto e deveria fazer um check-up a cada dois ou três meses. No dia seguinte, tive uma consulta com o incrível Dr. Oliver Kadoch, que de cara me disse que eu tinha um cisto de 5,6 cm que estava tocando meu ovário então ele me mandou fazer uma ressonância magnética. Uma hora mais tarde, o médico me ligou e me pediu para ir direto para o hospital fazer uma cirurgia de emergência”, relatou.

garota mais bonita
Crédito: Reprodução/Instagram/thylaneblondeau/Thylane Blondeau foi considerada a criança mais bonita no início dos anos 2000

Apesar do susto e toda a experiência ruim, a modelo diz se sentir grata por ter passado por isso e por estar finalmente livre das dores. “Eu realmente pensei que estava louca por reclamar do meu estômago por tanto tempo. Feliz por nunca ter desistido”, disse ela.

Thylane encerrou o desabafo orientando as pessoas a não desistirem de se cuidar. “Com essa experiência, aprendi que, quando seu corpo dói, não devemos ignorar, precisamos cuidar dele, você deve consultar vários médicos até que alguns deles encontrem o problema e o cure. Qualquer dor, mesmo a menor que seja, pode esconder algo muito mais importante”, alertou.

Cisto no ovário

De acordo com a Federação Brasileira das Associações de Ginecologia e Obstetrícia, a presença de cistos nos ovários não deve ser ignorada porque é algo que não desaparece com o tempo, principalmente no caso da síndrome dos ovários policísticos.

A demora no diagnóstico, infelizmente, é algo comum. Muitas mulheres só descobrem o real problema após passar por dois ou três profissionais diferentes. Algumas levam anos para descobrir a causa das dores.

Sintomas de cisto no ovário

A síndrome do ovário policístico acomete cerca de 6 a 10% da população feminina entre 18 e 45 anos. Os sintomas costumam a aparecer ainda na adolescência, após 2 anos da primeira menstruação.

Entra as manifestações da doença estão: ciclos menstruais irregulares, menstruação que tem fluxo intenso ou pouco fluxo, pelos em excesso na face ou no corpo, pele oleosa, acne, ganho de peso, especialmente em torno do abdômen e dificuldade de engravidar.

A detecção dessa síndrome é feita a partir da análise de sintomas, exames de laboratório e ultrassonografia. O problema pode e deve ser tratado para evitar qualquer risco à saúde a longo prazo.

Compartilhe: