Geleca feita em casa pode ser perigosa para saúde das crianças

Em contato com a pele, a geleca pode causar feridas vermelhas, ardência e até dermatite

Por: Redação | Comunicar erro
Criança com duas gelecas na mão
Crédito: OryGonian/istockGeleca caseira pode representar riscos à saúde

Inúmeros tutoriais no YouTube ensinam a fazer em casa a famosa geleca ou slime, aquela massa grudenta que é febre entre as crianças. A brincadeira divertida, no entanto, pode trazer sérios riscos à saúde, como alergias e até queimaduras.

O perigo está na mistura de ingredientes químicos, como o bórax (borato de sódio), água boricada e cola branca. O bórax é a matéria-prima de alguns produtos de limpeza, como sabão em pó para máquina de lavar, inseticidas e outros. Para ter uma ideia do potencial de risco do bórax, a ANVISA o avalia como classe toxicológica II, isto é, altamente tóxico.

A Sociedade Brasileira de Pediatria já alertou para os riscos da substância. De acordo com a entidade, o manuseio do bórax pode gerar intoxicação.

Além disso, o bórax – em contato com a pele – pode causar feridas vermelhas, ardência e até dermatite de contato, uma reação que se assemelha a uma queimadura.  Quando usado em quantidade acima do recomendado, o bórax também provoca vômito, diarreia e irritações nos olhos.

A água boricada, apesar de ter uso medicinal por conta de sua ação antisséptica contra bactérias e fungos, também pode causar danos dependendo das condições de uso. Os riscos maiores são de irritação da pele, da via respiratória e dano pulmonar.

Outros ingredientes usados, como bicabornato de sódio, espuma de barbear, detergente, amaciantes de roupas e a própria cola branca também são produtos que em contato direto com a pele por um tempo prolongado representam riscos de irritações, especialmente em peles sensíveis.

Segundo a Proteste, as gelecas industrializadas, que recebem o selo do Inmetro, são testadas, aprovadas e, portanto, mais seguras para as crianças.

 

Compartilhe:

1 / 8
1
04:46
Os perigos do movimento antivacina
O político italiano e ativista antivacina, Massimiliano Fedriga, foi internado para se tratar de uma catapora. Seria engraçado, senão fosse …
2
03:08
Será que você tem sinestesia?
Ouvir um som e sentir um gosto na boca; ver o número 8 como roxo. Nada disso é loucura: tratam-se …
3
02:23
Banho do Bebê – Sikana
Esse vídeo integra o capítulo “Higiene do Bebê” e contou com o apoio técnico de profissionais de saúde da Perinatal, …
4
02:13
Os benefícios da camisinha feminina
Muitos talvez não saibam, mas a camisinha feminina conta com uma série de benefícios. Além de prevenir a gravidez, protege …
5
05:54
Maternidade e sexo – Ana Paula Xongani
A criadora de conteúdos e empresária Ana Paula Xongani contou o que mudou na sua vida sexual após a maternidade.
6
04:55
Prazer das minas – Thaís Mayume Higa
A escritora e editora Thaís Mayume Higa conversou com a gente sobre os tabus envolvendo a sexualidade das minas.
7
07:03
Saúde LGBT – Thaís Machado e Iran Giusti
Conversamos com a médica da família e comunidade, Thaís Machado, e o fundador da Casa 1, Iran Giusti, para falar …
8
04:27
Sexo 60+ – Rita Cadillac
Conversamos com a Rita Cadillac para abordar o sexo após 60 anos de idade.