Últimas notícias:
Loading...

Hábitos alimentares adequados na infância e na adolescência

O hábito alimentar dos filhos na infância e na adolescência é um assunto que merece atenção especial. Só no Brasil, o excesso de peso infantil triplicou nos últimos anos: hoje estima-se que 30% das crianças e adolescentes brasileiros estejam acima do peso.

O site Minha Vida fez um artigo sobre o assunto, e a nutricionista Amanda Epifânio Pereira explica sobre como crianças e adolescentes podem seguir dietas adequadas sem comprometer sua saúde. “Essa é uma fase em que dietas da moda ou sem orientação médica e nutricional podem comprometer a saúde de forma irreversível, influenciando o desempenho cognitivo e estatura final”, alerta a nutricionista.

Nutricionista fala sobre os desafios de cuidar da alimentação de crianças e adolescentes
Nutricionista fala sobre os desafios de cuidar da alimentação de crianças e adolescentes

Confira trecho do artigo:

Nessa fase da vida as negociações são mais importantes. Não se proíbe fast food, se negocia quantas vezes na semana é possível consumir tais alimentos. Assim como, não se obriga o consumo de frutas e verduras, mas cria-se um vinculo capaz de fazer com que pelo menos uma vez por semana esses alimentos façam parte da dieta regular. Como essa é uma fase de crescimento estatural, que contribui muito para o alcance do peso ideal, pode-ser ter muito mais concessões alimentares, facilitando o seguimento do tratamento. 

Não são tarefas simples, é preciso habilidade para lidar com esse publico e a adesão familiar é fundamental para que, aos poucos, o jovem possa mudar seu comportamento alimentar. Quando há uma criança em tratamento em casa, mesmo que haja outras com peso normal, a regra alimentar deve sempre ser baseada na dieta privativa. Todos, inclusive os pais, devem passar pelas mesmas privações. Isso significa que toda a família esta em tratamento, não apenas a criança. Esse talvez represente o maior desafio dos profissionais de saúde, convencer os familiares que eles também precisam mudar seus hábitos.  

No que diz respeito especificamente à nutrição dos jovens, alguns alimentos são essências e precisam entrar na alimentação cotidiana. Um dos mais importantes é o leite, fonte principal de cálcio, fundamental para crescimento. Não há nenhum risco em oferecer leite desnatado, esse preserva os nutrientes importantes e só não contem grande quantidade de gordura. Receitas atrativas como leite batido com frutas, que lembre um milkshake, podem ajudar no processo de reintrodução do leite ao hábito cotidiano. Esse é um alimento cada vez mais escasso na alimentação de crianças e adolescentes, sendo fartamente substituído por sucos de fruta ou soja artificiais, que além de não oferecerem ao organismo em formação nutrientes essenciais, essas bebidas são ricas em açúcar e estão no topo dos alimentos responsáveis pela epidemia de ganho de peso. 

Leia matéria completa aqui.