Últimas notícias:

Loading...

Homem sem doença terminal tem eutanásia aprovada na Colômbia

Sofrendo com dores e vários problemas de saúde, colombiano recebeu autorização da Justiça para ser eutanasiado

Por: Redação

Victor Escobar Prado, de 60 anos, pode se tornar a primeira pessoa sem doença terminal a morrer por eutanásia na Colômbia nesta sexta-feira, 7. Ele recebeu autorização da Justiça depois de lutar por dois anos, porém, a decisão pode ser impedida de última hora, como já aconteceu em duas ocasiões anteriores no país.

Escobar tem diversos problemas de saúde, causados por dois acidentes vasculares cerebrais (AVCs), que foram agravados por um acidente automobilístico, há quatro anos. Ele já foi submetido a quatro cirurgias na coluna e tem dificuldade de mobilidade.

eutanásia
Crédito: Reprodução/Twitter/VictorEscobarYDianaHomem sem doença terminal pode ser o primeiro a ser eutanasiado na Colômbia

Além disso, ele sofre de uma doença pulmonar obstrutiva crônica, hipertensão pulmonar, fibrose, diabetes e hipertensão, entre outros problemas.

Na Colômbia, a eutanásia é legaliza desde 2015 e até agora 157 pessoas em estado terminal optaram por ela. Em julho de 2021, esse direito foi estendido aos pacientes não terminais que apresentavam “intenso sofrimento físico ou mental devido a lesões corporais ou doenças graves e incuráveis”.

eutanásia
Crédito: Reprodução/Twitter/VictorEscobarYDianaVictor Escobar sofre de uma série de problemas de saúde

De acordo com o jornal El Pais, nesses últimos dias, Victor tentou deixar dinheiro para sua esposa Diana Francelly Nieto e arrumar emprego para ela. Ele disse que planeja doar seus órgãos e ser cremado no dia seguinte.

Compartilhe: