Últimas notícias:

Loading...

Estudo revela duração da proteção oferecida pela vacina da Janssen

A descoberta pode indicar uma vantagem em durabilidade da Janssen sobre as vacinas de mRNA

Por: Redação

Enquanto os países começam a aplicar atrás da quarta dose de reforço contra a covid-19, um estudo recentemente publicado na revista JAMA Network Open mostrou que a vacina da Janssen permanece durável e eficaz por um tempo considerável, mesmo com o aumento de casos causados ​​pela variante Delta.

O estudo concluiu que uma única dose da vacina da Johnson & Johnson foi 76% eficaz na prevenção da infecção por covid e 81% nas hospitalizações por pelo menos 180 dias (seis meses).

vacina
Crédito: Thiago Santos/istock Proteção da Janssen pode durar seis meses contra a covid-19

A descoberta pode indicar uma vantagem em durabilidade da Janssen sobre as vacinas de mRNA.

Enquanto as vacinas de mRNA treinam o corpo para combater essa infecção específica e qualquer outra semelhante, as vacinas vetoriais de adenovírus, como as da Janssen, usam vetor viral não replicante, semelhante à utilizada na vacina de Oxford/AstraZeneca. Essa tecnologia utiliza um adenovírus modificado geneticamente para estimular a produção de anticorpos no organismo.

Nenhum dos mais de 422.000 vacinados com a vacina da Johnson & Johnson no estudo recebeu reforços durante o período de pesquisa, que terminou em agosto.

Um porta-voz da Janssen, braço farmacêutico da J&J, disse em comunicado que “os resultados se somam a um crescente corpo de evidências, incluindo dados provisórios  dos Centros de Controle e Prevenção de Doenças dos EUA, indicando que a vacina Johnson & Johnson Covid-19 fornece proteção durável contra infecção avançada, hospitalização e morte relacionadas à covid-19.”

Compartilhe:

?>