Lúpus: conheça os sintomas e causas dessa doença autoimune

Por: Redação | Comunicar erro

A população em geral pouco sabe sobre o lúpus, doença autoimune de difícil diagnóstico que atinge 200 mil brasileiros, segundo estimativas. O lúpus caracteriza-se por um processo inflamatório que pode comprometer vários órgãos, como a pele, articulações, rins, pulmões e o coração.

A doença não é contagiosa e acomete jovens de 20 a 40 anos, predominantemente as mulheres.  Sua origem ainda não é totalmente conhecida, mas já se sabe que está relacionada a fatores genéticos, hormonais, e ambientais.

Acredita-se que o lúpus pode aparecer em uma pessoa que tenha predisposição genética e é exposta a determinados agentes que induzem a doença, como a luz do sol e certos medicamentos.

Crédito: Getty Images/iStockphotoLúpus pode provocar vermelhidão e coceira na pele

O que é doença autoimune?

A doença autoimune é uma condição que ocorre quando o próprio organismo da pessoa ataca e destrói, por engano, tecidos saudáveis do corpo.

Os sintomas das doenças autoimunes podem aparecer e desaparecer continuamente e muitas delas podem ser controladas com tratamento adequado.

São dois tipos principais de lúpus:

– Cutâneo: manifesta-se apenas com manchas na pele (geralmente avermelhadas) principalmente nas áreas que ficam expostas à luz solar, como rosto, colo e braços;

– Sistêmico: nessa condição, um ou mais órgãos internos são acometidos e é comum dores nas articulações.

Embora não tenha cura, o diagnóstico precoce do lúpus é importante para um controle melhor do quadro inflamatório, por isso, é importante ficar atento aos principais sintomas:

  • Pressão alta
  • Inchaço
  • Fraqueza muscular
  • Queda de cabelo
  • Erupções cutâneas
  • Dor nas articulações
  • Fadiga
  • Cansaço extremo
  • Febre sem que haja uma infecção

Vale dizer que nem todas as pessoas com lúpus apresentam os mesmos sintomas, mas diante de alguns dos citados acima, é indicado buscar por um reumatologista, profissional responsável por cuidar de casos da doença.

Tratamento

Ainda não há cura definitiva para o lúpus, assim como acontece com o diabetes e pressão alta. Porém o tratamento adequado, que deve ser individualizado dependendo a manifestação apresentada por cada paciente, permite um controle da doença e boa qualidade de vida para os pacientes.

Entre os recursos utilizados no tratamento, são empregados anti-inflamatórios não esteroides para artrite, protetor solar para as lesões de pele e corticoide tópico para lesões cutâneas.

Confira mais sobre a doença neste vídeo feito pelo grupo Falando de Lúpus, formado por especialistas do Grupo Latino-Americano de Estudo do Lúpus (Gladel), associações científicas e pacientes:

Com informações da Sociedade Brasileira de Reumatologia e Ministério da Saúde

Leia também:

Compartilhe:

Tags: #doenca
1 / 8
1
03:29
O que os pais podem fazer para ajudar seus filhos
Qual a responsabilidade que os pais têm em relação a ansiedade que seus filhos sofrem? A Dra. Ana Escobar, pediatra e …
2
01:33
Secreção vaginal: quais são os tipos e o que eles indicam
Ter secreção vaginal é normal? A Dra. Marianne Pinotti, ginecologista e obstetra, fala sobre quais os tipos de secreção vaginal e …
3
02:27
Escolhas que trazem longevidade
Se você pudesse escolher viver até os 100 anos, o que você faria? O Dr. João Paulo Nogueira, médico e fundador …
4
02:11
É importante tomar a vacina da hepatite?
O que é hepatite? e qual a importância em se vacinar contra esta doença? O Dr. Gonzalo Vecina, médico e fundador …
5
02:10
Como cuidar da saúde dos olhos
A saúde dos olhos depende de algum fator específico? A história de que comer cenoura faz bem para a visão, …
6
02:15
Os 3 níveis de estresse infantil
Quais são os níveis de estresses que uma criança pode ter? Como eles são classificados? A Dra. Ana Escobar, pediatra e …
7
06:25
O que você precisa saber sobre o HPV?
Quais os sinais que indicam o HPV? E como se prevenir deste vírus? A Dra. Marianne Pinotti, ginecologista e obstetra, fala …
8
03:04
O que fazer para ter uma boa velhice?
Quais hábitos podemos ter para chegarmos bem a terceira idade? O Dr. João Nogueira, médico e fundador do Horas da Vida, …