Últimas notícias:

Loading...

Mancha escura na unha que apareceu há 10 anos era sinal de câncer

Mulher viralizou no TikTok ao contar sobre o tipo raro de melanoma que pode aparecer na parte de baixo das unhas

Por: Redação

O relato de uma norte-americana sobre a forma como descobriu um câncer raro viralizou nas redes sociais. Depois de conviver por 10 anos com um risco escuro na unha do polegar, ela começou a se preocupar quando a mancha tornou-se maior e mais escura.

Maria Sylvia conta que se consultou com alguns médicos para descobrir do que se tratava a marca, mas o diagnóstico só veio com uma biópsia feita neste ano. Ela descobriu que tratava-se de um melanoma subungueal, chamado popularmente de câncer de unha.

mancha na unha

O vídeo em que Maria conta sobre a doença teve  mais de 15 milhões de visualizações em duas semanas no TikTok.

“Não tinha nenhum problema e não sentia nenhuma dor, então, pensei que não era nada”, contou ela. “Meu amigo me incentivou a fazer uma biópsia e, no fim de janeiro, descobri que era um caso de melanoma subungueal. Basicamente, isso é um câncer embaixo da unha”, completou.

@invrfoundwaldo

I wish I were joking lol but i have some awesome photos #SmoothLikeNitroPepsi #theadamproject #cancer #darkhumour #fml #myjourney

♬ original sound – kooze

Em outro vídeo, ela atualizou sobre a situação, informando que passou por cirurgia para a retirada da unha e parte do dedo. Segundo ela, os novos resultados de testes revelaram que não havia mais células cancerígenas.

Maria tranquilizou quem teme que uma marca na unha possa ser câncer, mas pediu às pessoas que consultem um médico de qualquer maneira.

“Eu aconselharia você a consultar seu médico, mas na maioria das vezes você provavelmente está bem. Este é um câncer muito raro, muito raro”, disse.

câncer de unha
Crédito: Reprodução/TikTokA norte-americana passou por cirurgia para retirada do câncer

Melanoma de unha

O melanoma de unha é um tipo de câncer raro e representa apenas 1 a 3% de todos os melanomas. Ele pode ser notado pela presença de uma mancha vertical escura que tende a aumentar de tamanho ao longo do tempo, assim como no caso da norte-americana.

Pouco se sabe sobre os fatores de risco desse tipo de câncer, mas acredita-se que esteja diretamente relacionado com fatores genéticos.

O diagnóstico costuma demorar a ser descoberto porque esse tipo de câncer é confundido com hematomas ou infecções fúngicas. Isso acaba implicando em tratamento tardio e complicações.

O tratamento clássico é a retirada da unha e do tecido afetado por meio de cirurgia funcional. Porém, em casos mais avançados, pode ser necessária a amputação do dedo e o tratamento com radio e quimioterapia.

Compartilhe:

?>