Últimas notícias:

Loading...

Médicos fazem primeiro transplante de útero com doadora viva

A mulher que recebeu o transplante nasceu sem útero, condição conhecida como síndrome de Rokitansky

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Médicos do Hospital das Clínicas de Barcelona, na Espanha, realizaram algo inédito: o primeiro transplante de útero com a doadora viva. A cirurgia foi feita entre duas irmãs.

De acordo com informações dos jornais locais, a mulher que recebeu o transplante nasceu sem útero, condição conhecida como síndrome de Rokitansky. Já sua irmã já tinha tido filhos, e não queria mais engravidar.

O transplante foi realizado no dia 5 de outubro e foi um sucesso. O processo que levou a esta intervenção pioneira teve início há cinco anos e faz parte do projeto de pesquisa de médicos ginecologistas.

A cirurgia

Os médicos informaram que o transplante de útero é um processo de alta complexidade realizado em duas etapas.  A primeira é a retirada do órgão por meio de cirurgia robótica, para ser o menos invasiva possível, e seu implante, que exigia cirurgia aberta.

transplante de útero
Crédito: Getty ImagesEspanha faz primeiro transplante de útero com doadora viva

A operação durou  cerca de doze horas, para extração do útero da doadora, e outras quatro para implantação do órgão.

o procedimento envolveu uma equipe de mais de 20 pessoas, incluindo ginecologistas, cirurgiões, anestesistas, enfermeiros e auxiliares de enfermagem.