Últimas notícias:

Loading...

Menino de 7 anos morre após infecção por ameba comedora de cérebro

Familiares chamam atenção para os sinais e sintomas da doença, que - embora rara - é geralmente fatal

Por: Redação
Ouça este conteúdo

David Pruitt, de 7 anos, morreu por meningoencefalite amebiana primária, causada por uma ameba comedora de cérebro. Ele chegou a ser levado às pressas para o hospital após passar ficar doente, mas acabou não resistindo ao tratamento. O caso aconteceu no condado de Tehama, ao norte da Califórnia, nos Estados Unidos.

Acredita-se que a criança tenha contraído a infecção após nadar em um lago. Esse protozoário chamado Naegleria fowleri é comumente encontrado em águas doces, quentes e paradas.

menino morre por ameba
Crédito: Reprodução/GoFundMeMenino morre por infecção causada por ameba comedora de cérebro

A família informou sobre a morte da criança em um site de crowdfunding para arrecadar fundos para cobrir as despesas médicas. Os familiares também aproveitaram para conscientizar sobre a infecção.

“David contraiu uma infecção devastadora do cérebro chamada meningoencefalite amebiana primária (PAM) de uma ameba encontrada em água doce e solo em todo o mundo. Visite “Kyle Cares Amoeba Awareness” para saber mais sobre esta infecção e como proteger você e sua família. Reserve um tempo para aprender os sinais e sintomas”, diz uma das atualizações publicadas na plataforma.

“Pais, familiares e adultos precisam conhecer os sinais e falar, exigir que os médicos ouçam e investiguem quem pode ter contraído essa ameba”,

Meningoencefalite amebiana primária

A infecção que matou o menino é muito rara. Segundo as autoridades locais, apenas 10 casos da doença foram relatados na Califórnia desde o início de 1971.

Comumente chamada de “ameba comedora de cérebro”, a Naegleria fowleri é um parasita que entra pelo nariz e chega até o cérebro, onde se torna uma doença do sistema nervoso central chamada de meningoencefalite amebiana primária (PAM). Essa infecção pode matar pacientes em menos de duas semanas.

De acordo com o CDC, Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos, a doença é geralmente fatal. Entre os casos documentados, há apenas cinco sobreviventes conhecidos na América do Norte: um dos EUA em 1978 , um do México em 2003, dois dos EUA em 2013 e um dos EUA em 2016.

A ameba não é contraída por beber água contaminada, nem é transmitida entre pessoas. O ato de nadar em água contaminada é que expõe a pessoa ao microrganismo. A maioria dos pacientes é composta de crianças saudáveis ou adultos jovens.

Sintomas

Os sinais e sintomas da meningocefalite amébica primária começam em 1 a 2 semanas após a exposição. Os primeiros sintomas da infecção causada por esse protozoário incluem forte dor de cabeça frontal, febre, náuseas e vômitos. No estágio dois da doença, é comum o infectado apresentar torcicolo, convulsões, estado mental alterado, alucinações e acabar em coma.

Compartilhe:

Tags: #Doença