MIT grava espirro em câmera lenta para mostrar como epidemias se espalham

Por: Redação

Com o objetivo de estudar diferentes maneiras de controlar a transmissão de doenças, um grupo de pesquisadores do MIT gravou um vídeo em câmera lenta que mostra os fluídos sendo expelidos durante um espirro.

A pesquisa concluiu que os espirros conseguem carregar as gotículas lançadas por uma distância que pode variar de um mínimo de 90 cm até um máximo de quase 8 metros. Além disso, os cientistas também apresentaram novidades sobre o quão complexa a dinâmica de um espirro pode ser.