Últimas notícias:

Loading...

Mulher conta por que fez cesárea sem anestesia: ‘Traumatizante’

Segundo a jovem, a anestesia falhou e ela sentiu tudo durante o parto

Por: Redação
Ouça este conteúdo

Uma mulher do Reino Unido, identificada apenas como Fi Oates no TikTok, detalhou na plataforma de vídeos a experiência traumatizante de seu primeiro parto. Ela precisou passar por cirurgia cesárea sem anestesia.

Segundo ela, a injeção para parar a sensação de dor em parte do corpo falhou e como era uma gestação de risco, os médicos não tiveram outra escolha a não ser seguir com o parto.

mulher dá a luz sem anestesia
Crédito: Reprodução/fi_oates/TikTokJovem viraliza ao contar experiência de cesárea sem anestesia

“Nada funcionou comigo e não houve tempo porque eu e meu bebê tínhamos sepse, então, eles tiveram que tirá-la o mais rápido possível, contou a jovem de 22 anos.

mulher tem cesárea sem anestesia
Crédito: Reprodução/Instagram/@fioates_x_Mulher passa cesárea sem anestesia

Segundo seu relato, ela implorou para dormir durante o procedimento, mas os médicos não poderiam arriscar porque ela poderia entrar em coma.

A jovem contou ainda que nada aliviava sua dor e que ficou acordada durante todo o procedimento sentindo “tudo o que era possível”.

Após o trauma, ela disse que não pensa em ser mãe novamente. “Traumatizada para dizer o mínimo … chega de filhos para mim, obrigada.”

O que é sepse?

A sepse é uma resposta extrema do corpo a uma infecção. É uma emergência médica com risco de vida. A sepse acontece quando uma infecção que você já tem desata uma reação em cadeia em todo o corpo.

Essa infecção pode acontecer durante a gravidez, no parto, puerpério ou no pós-aborto. É a chamada sepse materna.

De acordo com o CDC, Centro de Controle e Prevenção de Doenças, dos EUA, sem tratamento adequado, essa condição pode levar rapidamente a danos nos tecidos, falência de órgãos e morte.

Em pacientes obstétricas, de acordo com a Fiocruz, os sinais podem ser corrimento vaginal suspeito, tosse, sintomas urinários, febre, diarreia, entre outros.

Compartilhe:

Tags: #Maternidade