Últimas notícias:
Loading...

Mulher diagnosticada com Parkinson aos 44 anos fala dos sinais

Os sintomas começaram muitos anos antes dela descobrir a doença

Uma inglesa diagnosticada com Parkinson de início jovem, aos 44 anos, compartilhou os sinais de alerta da doença.

O Parkinson, que geralmente ocorre em pessoas com mais de 50 anos, é mais conhecido por criar problemas como tremores, movimentos lentos e rigidez.

Porém, Donna Marshall conta que começou a apresentar sintomas incomuns por volta de seus 20 anos. Um deles foi a perda do paladar e do olfato – um sinal de alerta menos conhecido da doença. Essa condição durou quase duas décadas.

Mulher diagnosticada com Parkinson aos 44 anos fala dos sinais incomuns
Créditos: reprodução/SWNS
Mulher diagnosticada com Parkinson aos 44 anos fala dos sinais incomuns

A redução do olfato, conhecida como anosmia, é experimentada por até 95% das pessoas com Parkinson e geralmente é o primeiro sinal da doença.

Donna também afirmou ter se tornado uma compradora compulsiva, uma mudança de comportamento observada em alguns pacientes. A empresária disse que a doença a levou a gastar milhares em uma festa de Halloween.

A agitação, outro sintoma revelador de Parkinson, só foi aparecer 16 anos após os primeiros sintomas.

“Eu estava caminhando pela praia. Eu olhei para a minha mão e ela estava tremendo, eu me perguntei por que isso acontecia. Obviamente, agora eu sei, era Parkinson”, contou ao Daily Mail.

O que é a doença de Parkinson?

A doença é causada por uma perda de células nervosas em uma parte do cérebro chamada substância negra, que causa uma queda de dopamina no cérebro.

Este hormônio mensageiro desempenha um papel vital na regulação do movimento do corpo, portanto, a queda pode causar sintomas característicos de tremor.

Aqueles com Parkinson de início jovem tendem a experimentar uma progressão mais lenta da doença ao longo do tempo e sofrem menos sintomas cognitivos, como a demência.

No entanto, eles podem sofrer mais sintomas físicos e efeitos colaterais da medicação.

Um dos impactos menos conhecidos do Parkinson são os comportamentos compulsivos, como vício em jogos de azar, compulsão alimentar e compras excessivas.