O que a falta de seretonina causa no corpo? Veja 7 sintomas

A falta do efeito calmante e relaxante do hormônio leva, por exemplo, ao aumento da ansiedade e da inquietação interior.

Estudo liga dor de cabeça frequente à falta de seretonina no corpo; confira outros sintomas – iStock/Getty Images
Créditos: ljubaphoto/istock
Estudo liga dor de cabeça frequente à falta de seretonina no corpo; confira outros sintomas – iStock/Getty Images

Conhecido como ‘hormônio da felicidade‘, a serotonina é uma substância química que desempenha um papel fundamental na comunicação entre células nervosas (neurônios) no sistema nervoso central.

Por isso, a seretonina pode afetar várias funções do corpo – mas os sintomas que afetam a psique são ainda mais comuns quando há uma deficiência.

Como funciona a seretonina? 

Estudos sobre o tema sustentam que é responsabilidade da serotonina transportar informações entre as células cerebrais (função dos neurotransmissores). Além disso, é sabido que a seretonina sempre está “em movimento” no sangue para controlar as funções de vários órgãos (função dos hormônios).

A serotonina influencia vários processos no corpo e na psique – incluindo o controle do humor e da motivação, o ritmo sono-vigília e o desempenho da memória, bem como a digestão, a coagulação do sangue, a temperatura corporal e a sensação de dor. Em geral, a liberação de serotonina no cérebro promove bem-estar, relaxamento e serenidade.

Estes são os 7 sintomas mais comuns causados pela falta de serotonina:

Segundo especialistas, muitos sintomas de deficiência de serotonina afetam a psique. A falta do efeito calmante e relaxante do hormônio leva, por exemplo, ao aumento da ansiedade e da inquietação interior.

Estes são os 7 sintomas mais comuns de deficiência de serotonina:

ansiedade
Humor depressivo
Tensão interna
irritabilidade
Falta de motivação
distúrbios do sono
fadiga

Outros sintomas causados pela falta de seretonina

O aumento da percepção da dor e alterações no apetite são alguns sintomas clássicos da falta de seretonina no corpo. Dores de cabeça e enxaquecas, aumento da síndrome pré-menstrual (TPM) e síndrome do intestino irritável também são possíveis consequências.

É importante lembrar que esses sintomas podem ser causados por uma variedade de fatores, e o diagnóstico de uma deficiência de serotonina ou de um distúrbio relacionado à serotonina deve ser feito por um profissional de saúde. Por isso, a avaliação dos níveis desse hormônio geralmente envolve exames e avaliações clínicas.