Últimas notícias:

Loading...

Entenda o que causa labirintite e quais os sintomas

Vários fatores podem causar essa condição, incluindo infecções e estresse

Por: Redação

Muitas vezes não entendemos como uma parte do corpo pode afetar outra completamente. É o caso da labirintite, que é uma doença do ouvido que afeta principalmente as estruturas responsáveis ​​pela audição e equilíbrio.

A labirintite é provocada por uma inflamação em uma estrutura delicada do ouvido chamada labirinto, responsável por enviar ao cérebro informações sobre a sua navegação espacial e controle de equilíbrio.

labirintite
Crédito: VladimirFLoyd/istock A labirintite ocorre quando uma estrutura do ouvido interno fica inflamada

Quando essa estrutura está inflamada, ela envia ao cérebro informações desencontradas, provocando tonturas ou dando uma impressão de que a pessoa está se movendo quando, na verdade, está parada.

Além da tontura, os sintomas também podem incluir náusea, vômitos e perda temporária de audição.

labirintite
Crédito: AndreyPopov/istockTonturas é um dos sintomas da labirintite 

Afinal, o que causa a labirintite?

Vários fatores podem causar essa condição, incluindo infecções e vírus. Uma simples um gripe pode motivar a infecção do labirinto.

Veja abaixo as causas:

  • Doenças respiratórias, como bronquite
  • Infecções virais do ouvido interno
  • Meningite
  • Vírus estomacais
  • Vírus de herpes
  • Infecções bacterianas (tipo mais raro)
  • Doença de Lyme, que uma infecção transmitida por carrapato

Labirintite emocional

Um capítulo à parte é labirintite emocional, que pode ser causada por estresse, ansiedade ou depressão.

Os sintomas são os mesmos quando a causa é outra. E o quadro piora em situações de estresse agudo ou durante movimentos repentinos da cabeça.

O que fazer durante a crise?

É recomendável o repouso para aliviar os sintomas, mas é também muito importante que, fora da crise, se faça um acompanhamento médico, para evitar que o problema surja novamente, especialmente quando é muito recorrente.

Tratamento

A labirintite geralmente é um problema leve, que o organismo resolve em alguns dias ou semanas.

Mas quando o problema é recorrente ou demora a passar, é preciso fazer uma investigação. Para tratar adequadamente a labirintite, é importante saber primeiro suas causas e o tipo de labirintite, pois o tratamento pode variar.

Uma labirintite emocional, por exemplo, não terá os mesmos tratamentos na causa que uma labirintite viral ou bacteriana. A primeira muitas vezes pode ser tratada com psicoterapia. Já a viral ou bacteriana fará o uso de medicamentos específicos para ajudar a controlar as crises.

Como prevenir a labirintite?

Existem alguns cuidados que podem ser tomados para que a labirintite não apareça, ou pelo menos não seja tão prejudicial. Muitos deles estão relacionados a hábitos diários saudáveis. Recomenda-se, por exemplo, evitar alimentos ricos em doces e gorduras, beber pelo menos 2 litros de água por dia, evitar o consumo de bebidas alcoólicas, não fumar e praticar exercícios físicos.

Compartilhe: