Publicidade

Informar

Os riscos da técnica usada por Gretchen para cobrir as olheiras

Por: Redação | Comunicar erro
...
Publicidade

As manchas escuras das olheiras são insistentes e nem sempre desaparecem por completo com maquiagem. A cantora Gretchen, que sofre com problema, optou recentemente por uma técnica de camuflagem que tem feito sucesso entre as famosas.

O método chamado “Agulhas Mágicas”, desenvolvido pelo tatuador Rodolfo Torres, nada mais é que tatuagem feita com tinta próxima ao tom da pele.

Feliz com o resultado, a cantora comemorou em seu Instagram dizendo que esse era um sonho antigo. A técnica – no entanto – envolve riscos e não é recomendada pelos dermatologistas. “Não é seguro, essa região é muito sensível cheia de vasinhos, além disso, há riscos de reações alérgicas”, afirma a dermatologista Daniela Lima.

A mesma opinião é dividida pelo dermatologista Abdo Salomão Jr, da Sociedade Brasileira de Dermatologia e da Academia Americana de Dermatologia, que condena a técnica. “Os riscos são não ficar da mesma coloração, risco de infecção e de cicatrizes”, alerta.  “Sem contar que a pele tem períodos que está mais clara e períodos que está mais escura, a pessoa bronzeia enquanto o pigmento fica fixo”, ressalta Salomão.

Para quem quer se livrar das manchas incômodas das olheiras, o dermatologista recomenda tratamentos mais seguros, como o laser Vektra QS, da plataforma Solon, que clareia sem injetar nada na pele. Outro procedimento indicado é a aplicação de ácido hialurônico que melhora o escurecimento da região e também atua contra bolsas.

Existem ainda outros tratamentos caseiros que podem suavizar o aspecto das olheiras, tais como compressas de água fria, aplicação de sachês de chá de camomila gelado e as famosas rodelas de pepino.

Confira também essa dica abaixo:

Compartilhe:

Publicidade
Publicidade

Museu de Anatomia Humana da USP exibe peças que ensina como o seu corpo funciona

Cereja Flor: O lugar das taças de sorvetes gigantes em São Paulo

Fondue taiwanês é a próxima delícia que você tem de provar

Médica tira dúvidas sobre anticoncepcional

Refugiados se tornaram microempreendedores em um lava-rápido em São Paulo

Publicidade