Últimas notícias:

Loading...

Padre Fábio de Melo revela culpa por suicídio da irmã

Religioso desenvolveu Síndrome do Pânico após o episódio

Por: Redação
Padre Fábio de Melo em entrevista ao SBT

O padre Fábio de Melo voltou a comentar sobre o período conturbado de sua vida, quando foi diagnosticado com Síndrome do Pânico, após o suicídio de sua irmã, Cida, em entrevista ao “Conexão Repórter”, do SBT, que foi ao ar na última segunda-feira, 23.

O religioso admitiu que se sentia culpado pelo falecimento da moça, já que não conseguiu ajuda-la a não tentar contra a própria vida.

“Eu achei que tinha sido tudo uma mentira, uma bobagem. Porque no meio de tudo aquilo eu não fui capaz de resgatar a minha irmã. Eu não fui capaz de ser para ela o que eu considero ser para muitas pessoas. É como se fosse um excelente médico e o paciente está morrendo ao meu lado e eu não estou vendo”, desabafou.

  • Devido a todo o seu tabu social e preconceito, por muitos anos o suicídio foi pouco discutido no Brasil e no mundo. Atualmente, a Organização Mundial de Saúde (OMS) tem incentivado países que apresentam dados consideráveis a investirem em políticas públicas que conscientizem e orientem a população para os sinais que demonstram que uma pessoa pode se matar. Ao Catraca Livre, uma psicóloga mostrou os 8 sinais que são lançados por um suicida. Confira no LINK

Além da Síndrome do Pânico, Fábio de Melo desenvolveu transtornos de ansiedade e não consegue se livrar da memória da mãe no auge das crises.

“Era a lembrança que mais me doía, eu não consegui chegar ao sepultamento”, lamentou.

  • O Brasil é o país com a maior taxa de pessoas com transtornos de ansiedade no mundo. Segundo dados divulgados em 2017 pela OMS, 9,3% dos brasileiros têm alguma doença psíquica relacionada à ansiedade. Mas como lidar com este tipo de distúrbio? Confira no artigo publicado pelo Superela, parceiro do Catraca Livre.

Leia também:

Compartilhe:

Tags: #Doença
?>