Pai com Alzheimer reconhece filho após tratamento com óleo de cannabis

Evolução do tratamento de aposentado feito com óleo de cannabis reforça a importância da liberação da maconha medicinal

Por: Redação

A reação emocionada de Filipe Barsan Suzin, de 28 anos, ao ser reconhecido pelo pai com Alzheimer viralizou nas redes sociais e se somou às discussões sobre a importância da liberação do uso cannabis medicinal. Ivo Suzin, de 58 anos, foi diagnosticado com a doença há seis anos. Em apenas seis meses de uso do óleo de cannabis (Full Spectrum), produzido a partir da planta da maconha, ele já apresenta melhoras significativas.

De acordo com a família, nenhum tratamento convencional até então havia surtido efeito. “A evolução da doença avançava rapidamente”, conta Filipe. “No ano passado, com 58 anos, o Alzheimer chegou há um ponto em que ele já não entendia mais nem o que era engolir algo, sua alma parecia que tinha o abandonado, e esse abandono trouxe em seu lugar uma pessoa perigosa e agressiva, que já não tinha mais noção de nenhuma de suas funções básicas, não entendia que precisava ir ao banheiro, que precisava comer ou se hidratar, nem tomar banho, seu humor era perigoso, tínhamos que forçar tudo, em um momento estava sorrindo e no outro te batendo”, explica o Filipe na conta do Instagram @CurandoIvo, dedicada a mostrar a evolução do pai.