Últimas notícias:

Loading...

Pompoarismo previne e trata problemas íntimos

Entenda como a técnica pode tratar a incontinência urinária, dor no sexo, mioma, cólica e mais

O pompoarismo é uma técnica milenar e vai muito além de expelir bolinhas pela vagina ou qualquer outro tipo de “malabarismo” nessa região. O objetivo é fortalecer ou relaxar a musculatura vaginal, ou musculatura do assoalho pélvico (MAP).

Assim, uma série de disfunções ou incômodos físicos, sexuais e até estéticos podem ser tratados.

Antes de fazer os exercícios é preciso saber que cada musculatura é única. Desse modo, para ter maior rapidez e eficiência com os benefícios do tratamento, consulte um fisioterapeuta ginecológico. Confira a seguir exemplos de problemas íntimos que podem ser tratados com a técnica:

Exercícios tratam e previnem incontinência urinária, dor no sexo, cólica e mais. Foto: Pixabay

1 – TRATA E PREVINE INCONTINÊNCIA URINÁRIA

Se você perceber a perda de urina em algum momento, mesmo que pequena – ao tossir, rir, correr, não chegar ao banheiro a tempo – você pode ter incontinência urinária.

Ela ocorre por causa neurológica – neste caso, o problema está na bexiga e geralmente exige uma intervenção cirúrgica – ou por fraqueza muscular. Ao praticar o pompoarismo, mesmo antes ou depois de uma cirurgia, a musculatura é fortalecida e há maior resposta do organismo, o que previne a mulher de uma futura incontinência.

2 – RESTABELECE O TÔNUS MUSCULAR VAGINAL DEPOIS DO PARTO NORMAL

O parto normal é mais benéfico para saúde vaginal do que o parto cesárea. Por meio do pompoarismo, é possível fortalecer o o músculo vaginal que pode ter ficado flácido após o parto. A cesariana pode cortar alguns músculos abdominais ligados aos músculos vaginais, tornando a flacidez permanente.

EXERCÍCIO PARA INCONTINÊNCIAS, PROLAPSO GENITAL E RETORNO DO TÔNUS VAGINAL

  • No primeiro dia de prática, contraia a musculatura do assoalho pélvico (como se estivesse segurando o xixi) e mantenha a contração no máximo de tempo que conseguir. Cronometre;
  • A cada dia, tente bater seu próprio recorde, sempre tentando sustentar a contração um pouco mais do que no dia anterior;
  • Em um caderno, faça anotações diárias desse exercício, até ter uma relativa melhora.

3 – TRATA DORES NO SEXO E DIFICULDADE DE PENETRAÇÃO
Se a musculatura do assoalho pélvico estiver muito tensa, pode surgir dor no momento da relação sexual. Neste caso específico, é fundamental uma consulta com uma fisioterapeuta ginecológica. No entanto, se ainda não for possível consultar este tipo de profissional, você pode iniciar o tratamento com a técnica ensinada abaixo.

EXERCÍCIO PARA CASOS DE DOR NO SEXO OU PARTO NORMAL

  • Com o instrumento ben-wá, você pode introduzir as duas bolinhas dentro do canal vaginal, deixando a corda de segurança para fora, caso seja necessário puxá-la;
  • Você deve tentar expelir a bolinha, sem a ajuda das mãos, apenas com a força de expulsão da vagina. Pode fazer isso com a segunda bolinha também;
  • Repita o exercício ao menos 3 vezes na semana, durante cerca de 3 a 5 minutos.

Continue lendo aqui e conheça outros casos que podem receber os benefícios do pompoarismo.

Texto produzido por Roberta Struzani e publicado no Personare.

Em parceria com Personare

Compartilhe: