Porção de ameixa diária ajuda a prevenir doenças ósseas

As ameixas secas oferecem uma alternativa acessível e barata para manter uma boa saúde óssea, de acordo com estudo

Esqueça o leite; é hora de começar a falar sobre ameixas, já que um novo estudo sugere que ela constrói ossos fortes. A pesquisa publicada no periódico Osteoporosis International revela que uma porção diária de ameixas secas ajuda a desacelerar a perda óssea e diminui o risco de fraturas ósseas.

Os ossos são criados a partir de tecidos dinâmicos que estão sempre se remodelando. Usando células ósseas especializadas, ossos velhos são constantemente substituídos por ossos mais novos. No entanto, conforme alguém envelhece, esse processo desacelera.

O corpo humano continua a quebrar ossos velhos, mas não há tempo suficiente para substituir ossos velhos por material novo.

Junto com adultos mais velhos, mulheres na pós-menopausa frequentemente sofrem uma perda na força óssea.

Elas também correm maior risco de uma condição de perda óssea chamada osteoporose.

Essa doença faz com que os ossos se tornem menos densos e a estrutura óssea mude, tornando-os mais fracos e mais propensos a lesões.

Como o estrogênio é importante para a saúde óssea, o declínio do hormônio reprodutivo durante a menopausa acelera a perda de densidade óssea

Detalhes do estudo

A equipe de pesquisa criou um ensaio clínico randomizado controlado de 12 meses, recrutando 235 mulheres na pós-menopausa.

Os pesquisadores dividiram essas mulheres em três grupos: não comer ameixas, comer 50 gramas (quatro a seis ameixas diariamente) ou comer 100 gramas (10 a 12 ameixas diariamente).

Comer de quatro a seis ameixas secas por dia ajudaria a manter ossos fortes
Créditos: r iaroshenkoQDepositPhotos
Comer de quatro a seis ameixas secas por dia ajudaria a manter ossos fortes

A cada seis meses, as mulheres eram submetidas a uma tomografia computadorizada quantitativa periférica para medir a densidade da massa óssea 3D, a geometria óssea e a resistência óssea.

Resultados

Após um ano, mulheres que não comeram ameixas apresentaram menos densidade de massa óssea e resistência óssea na tíbia.

Por outro lado, mulheres que comeram ameixas todos os dias viram melhorias na saúde óssea.

Especificamente, aquelas que comeram pelo menos quatro a seis ameixas diariamente mantiveram a densidade óssea, a resistência óssea e a estrutura óssea.

Com base nesses resultados, os pesquisadores recomendam comer de quatro a seis ameixas em vez de 10 a 12 diariamente.

Apesar dos benefícios adicionais à saúde de comer mais ameixas, as pessoas no grupo de 100 gramas eram mais propensas a desistir porque ficavam entediadas de comer tantas ameixas por dia.

De acordo com a equipe, embora todos se beneficiem de uma melhor saúde óssea, o consumo de ameixas seria mais útil para adultos mais velhos e mulheres na pós-menopausa.

Apesar dos resultados, os pesquisadores afirmam que são necessárias mais pesquisas para confirmar todos esses benefícios.

O que explica esse efeito protetor ósseo das ameixas?

Ameixas são ricas em nutrientes que são essenciais para a saúde óssea, como vitamina K, magnésio, potássio e boro. Esses nutrientes desempenham papéis importantes na formação e manutenção dos ossos.

Além disso, as ameixas contêm antioxidantes, como polifenóis, que ajudam a proteger as células ósseas dos danos causados pelos radicais livres.

Esses antioxidantes podem reduzir a inflamação e o estresse oxidativo, que são fatores que contribuem para a perda óssea.

Por fim, a fibra presente nas ameixas pode melhorar a saúde digestiva, o que pode influenciar indiretamente a absorção de nutrientes essenciais para os ossos.