Qual a diferença entre gozar e ter um orgasmo feminino?

Texto escrito por Luisa Rodrigues e publicado no Superela

Tags: #Sexo

Nada melhor pruma sextona dessas do que resolver dois coelhos com uma cajadada só, né? Afinal, hoje é dia de falar de sexo. Melhor que isso, é dia de solucionar uma dúvida MUITO frequente entre as mulheres que é a seguinte: qual a diferença entre gozar e ter um orgasmo feminino?

Bem, eu não tirei essa dúvida do sovaco (apesar de ter estreado minha conta no Yahoo Respostas com ela lááá em 2.000 e Sandy Júnior ainda estavam juntos). Acontece que essa pergunta apareceu no Clube Superela. Saca só:

Pergunta

Ela teve muitos acessos (ou seja, muita gente querendo saber qualé que era a resposta de ouro), porém, poucas respostas. E é por isso, então, que a gente tá aqui, né? Vamos dar uma solucionada nisso duma vez e sacar qualé que é dessa? Vamo!

Gozar e ter um orgasmo é a mesma coisa?

Orgasmo

Não! A verdade é que realmente existe uma diferença entre gozar e ter um orgasmo feminino. Você pode gozar sem ter um orgasmo, ter um orgasmo e não gozar, e gozar e ter um orgasmo. São coisas independentes. Vamos por partes:

Sobre gozar

A mulher goza (ou tem uma “ejaculação feminina”) quando produz uma quantidade excessiva de lubrificação durante o clímax sexual. Esse fato ficou popularmente conhecido como “gozar” porque o líquido, expelido pela uretra, sai em forma de jato, o que é bem parecido com quando o homem goza (ejacula).

Continue lendo aqui: Qual a diferença entre gozar e ter um orgasmo feminino?

Compartilhe: