CORONAVÍRUS
Loading...
Últimas notícias e tudo que você precisa saberAtualizando informações
Infectados-
Mortes-
Recuperados-

Rompimento da barragem de Brumadinho deixa rastro de depressão

Casos de suicídio, bem como a prescrição de antidepressivos e ansiolíticos na rede pública de saúde, aumentaram na cidade depois de desastre

Por: Redação

Uma tragédia que soterrou vidas sob a lama. E gerou consequências drásticas para a natureza. Por sinal, o rastro de perdas decorrentes do rompimento da barragem de Brumadinho (MG) não se esgota. E atinge também a saúde mental dos que sobreviveram ao desastre ambiental ocorrido em 25 de janeiro. Afinal, a depressão e a ansiedade deixam suas marcas na região: aumentaram os casos de suicídio ou de tentativas e a quantidade de prescrições para antidepressivos e ansiolíticos, usados no tratamento dessas doenças.

Brumadinho submersa na lama da Vale: um rastro de depressão
Crédito: Foto: divulgação/Corpo de BombeirosBrumadinho submersa na lama da Vale: um rastro de depressão

Os dados são da Secretaria Municipal de Saúde de Brumadinho. No primeiro semestre de 2019, o número de tentativas de suicídio na cidade subiu 30% em relação ao mesmo período de 2018: passou de 30 para 39 – 11 entre homens e 28 entre mulheres.

Por sua vez, se, nos primeiros seis meses do ano passado, havia sido registrado 1 suicídio no município, neste ano foram 3, após o rompimento da barragem de Brumadinho.

A prescrição de remédios apresentou variações ainda mais alarmantes. O uso de antidepressivos por pacientes da rede pública de saúde cresceu 60% em agosto. A alta na utilização de ansiolíticos foi maior: 80%.

São pessoas que perderam familiares. Bens materiais. Suas lavouras. E, diante de tanto vazio causado pelo rompimento da barragem de Brumadinho, precisam de ajuda. Não apenas material, mas também emocional.

Leia também: Depressão: sintomas e tudo o que precisamos saber sobre a doença

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie.