Senado aprova uso da cannabis medicinal e texto vira projeto de lei

Comissão aprovou sugestão legislativa que trata da regulação, fiscalização e tributação da maconha medicinal

Por: Redação

A Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) aprovou, nesta quinta-feira, 26, a sugestão legislativa que propõe norma legal para maconha medicinal no Brasil. Agora, o texto passará agora a tramitar no Senado como um projeto de lei.

A proposta é de 2016 e sugere a criação de uma legislação padronizada para a cannabis e para o cânhamo industrial produzidos com finalidade terapêutica. São propostas normas procedimentais e regulamentares detalhadas sobre como se dará a pesquisa, a produção, o registro, a rotulagem, a padronização entre outros processos.

Um dos artigos submete a produção, a distribuição, o transporte e a comercialização da cannabis medicinal ao regime de vigilância sanitária, sendo previsto monitoramento da cadeia produtiva e do mercado.

pessoa segurando um vidro de óleo de cannabidiol
Crédito: Tinnakorn Jorruang/istockUso de cannabis medicinal é aprovada pelo Senado e tramitará como projeto de lei

Esperança para inúmeros pacientes

O uso medicinal da cannabis já é realidade em países da Europa e nos Estados Unidos, mas por aqui, os pacientes que precisam fazer tratamentos com os princípios ativos da planta ainda enfrentam muitas dificuldades. Atualmente, a Anvisa permite a importação para o Brasil, mediante prescrição médica.

“Esse fato prejudica sobremaneira o desenvolvimento científico e tecnológico do País, além de afetar diretamente os pacientes, que acabam sendo obrigados a adquirir medicamentos de custo elevado, desenvolvidos e produzidos totalmente no exterior. Isso quando não são premidos a lançar mão de meios ilegais para obter o produto terapêutico”, afirmou o o relator, o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE).

Maconha medicinal

óleo de cannabidiol
Crédito: MysteryShot/istock O CDB é o princípio ativo da planta utilizado no tratamento de diversas doenças

A planta da cannabis possui mais de 500 substâncias ativas, dentre elas mais de 100 canabinoides. O CBD (Canabidiol) e o THC (Tetraidrocanabinol) são os mais estudados pelos cientistas, que descobriram que o CBD, não possui efeitos alucinógenos, não causa dependência química e pode ser usado no tratamento de doenças, como esclerose múltipla e principalmente as neurológicas refratárias que causam crises convulsivas.

1
Coronavírus: doença pode se tornar uma epidemia no Brasil?
Desde os primeiros rumores do surto de coronavírus na cidade de Wuhan, na China, em dezembro, uma enxurrada de informações …
2
Brasil registra primeira suspeita de coronavírus
Em nota, a Secretária de Saúde do Estado de Minas Gerais confirmou a primeira suspeita de coronavírus, doença misteriosa que …
3
Doença desconhecida preocupa médicos e autoridades na China
Uma pneumonia viral e com causas desconhecidas tem despertado a atenção de médicos, especialistas e autoridades na cidade Wuhan, região …
4
Fone de ouvido: o que ele pode causar na sua audição
Segundo informações da Organização Mundial da Saúde (OMS), quase 50% da população entre 12 e 35 anos corre o risco …
5
Câncer de próstata: saiba o que é e como se prevenir da doença
O câncer de próstata é o segundo tipo de tumor mais comum entre os brasileiros. De acordo com informações do …
6
03:38
Cuidados e prevenções para a saúde das mulheres
Dores menstruais parecem típicas, mas podem ser um sinal de endometriose.Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, …
7
02:37
Saiba quais são os sintomas do Transtorno bipolar
O transtorno bipolar vai além das variações de humores.Hoje, o Dr. Jair de Jesus Mari, psiquiatra e professor da Unifesp, …
8
01:40
O que é a Fibromialgia e quais os sintomas?
Você já sentiu dores intensas em algumas partes do corpo?Hoje, a Dra. Luiza Cadioli, médica de família e comunidade, fala …